terça-feira, 11 de agosto de 2020

Pandemia e máscaras sem elástico

 Olá,

Parece existir uma campanha para colocar a culpa da Pandemia do Novo Coronavírus nas falas - alguns julgam como inapropriadas - do presidente Jair Bolsonaro.

Existem ações a nível Federal, Estadual e Municipal. A partir de Fevereiro/2020, o presidente declarou Estado de Emergência e liberou uma portaria - Portaria 188, de 03 de Fevereiro de 2020 - com algumas orientações, e tudo assinado pelo ainda Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. 

Caso algum político tivesse interesse em evitar tantas mortes pelo vírus, devia ao mesmo ter feito alguma ação ou campanha contra o carnaval desse ano. Ou já ter iniciado campanhas de distanciamento, higiene e uso de máscaras de tecido.

Se após a portaria, nenhum governador ou prefeito se precaveu assim, não sei se realmente tinha tanto interesse em diminuir o avanço da doença COVID-19

Quase mudando de assunto... 

Às vezes, fico escutando algum vídeo no Youtube e vou fazer algo artesanal. Esses dias, eu estive escutando o Alexandre Costa - mas parei de vê-lo porque me irritou muito quando falou sobre a Educação e repetência... ele já ouviu sobre neuroaprendizagem? 😠 - e fiz algumas máscaras para mim e alguns familiares:



Eu comprei - faz um tempo - uma máquina de costura portátil da Philco... ela é bem simples... dá para costurar somente duas camadas de tecidos... muito limitada e barata. É para aprendiz sem dinheiro. O ponto caseado é para ter certeza de que não vai descosturar, e fica bonitinho também (usei a linha Camilinha 40 m, a Cleinha também é boa, mas não vende onde moro). Maioria das vezes uso tricoline, mas aproveitei um resto de tecido de um vestido longo que tinha. Consegui fazer oito máscaras com esses tecido com fundo preto (o ex-vestido longo... agora é curto). 

Faço um pouco largo, porque tudo me incomoda. Esses nem elástico tem. 

Mas me surpreendeu a máscara da Duquesa de Cambrigde - Catarina Middleton -! Que gastura! Apertado!!! 😖😖Pela expressão dos olhos, ela não está sorrindo e a máscara está afundando na bochecha! Aiiiiiiiiiiii.

Imagem do site Metrópoles
Reportagem e imagem do site Metropoles.

Boa quarentena!

Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário