terça-feira, 23 de junho de 2020

Meu aluno vai perder o ano?

Olá,

Nesses dias de quarentena, indo ao supermercado, encontrei com uma ex-aluna do Ensino Fundamental. Atualmente, ela pertence ao Ensino Médio - rede estadual, escola pública - e ao me reconhecer e cumprimentar, pude conversar um pouco com a mamãe dela. 

A mãe estava preocupadíssima com os efeitos da quarentena, dias e dias sem escola... eu contei que para o Ensino Fundamental estava do mesmo jeito. Aí ela comparou com as escolas particulares, e já disse que a filha dela ficaria muito atrasada. 

É difícil sentir algo - como uma preocupação dessa mãe - que eu não vivencio do mesmo jeito. Então, eu não consegui responder naquele momento sobre aquele atraso que a filha dela estava sofrendo.

Pude viver algo 'semelhante' quando presenciei greves na Universidade Pública. Às vezes, ficávamos seis meses sem aulas. 

Via muita gente reclamando muito, principalmente pelos 'atrasos' nas formaturas. 

Realmente, a formatura atrasava, mas eu sempre tentava aproveitar esse tempo para fazer outras coisas. Então, esses atrasos nunca viraram motivo para resmungar. Aproveitava para adiantar estágio, monografia, estudos de laboratório, tentar aprender a dirigir, etc. Eu nunca ficava parada.  

Educação não é só mesa, cadeira, sala, quadro, giz,... vai além disso. 

É difícil comparar o que acontecia nas greves com quarentena, pois não havia a proibição de 'sair na rua'. Até para congresso e simpósios eu fui. 

Mas hoje temos amplo acesso a internet, livros e canais de televisão que nos trazem muita informação, cultura e conhecimento. 



Que tal aprender a cozinhar? (adoro a Rita Lobo!) 

Já assistiu programas de reforma na casa?

Está lendo? Fotografando? Filmando? Atuando? Dançando? Cantando? 

E melhorar a sua motricidade fina com colagens, artesanato ou pintura?

Se tiver filhos, já pensou em educação religiosa nesse período? Estudo bíblico? Enfatizar valores positivos?


Não se compare. Cada um tem seu tempo. 

Essas 'aprendizagens não escolares' nos enriquece e nos tornam melhores, e até mais requintados.

--------------------------

Por causa do ENEM, estou vendo tantas publicações de estudantes que - por mesquinharia, pressa... não interessa o motivo - estão ficando tão 'queimados' por entrarem em vagas que não são destinados a eles. Por causa disso, esses são divulgados por prejudicarem muitas pessoas, e são obrigados a pagar uma multa pelo tempo que cometeram a fraude.  

Mais ou menos um ano vida de um bom estudante não será um grande prejuízo. 


Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário