quinta-feira, 9 de abril de 2020

Perdi o direito a minha vaga

Olá,

Ainda estou "digerindo" a sentença do juiz sobre o meu Mandado de Segurança por causa da vaga que me foi proibida na UFMG (Processo 1016274-39.2019.4.01.3800).

Ainda me sinto injustiçada. Pelo processo tentei mostrar algumas falhas que o ENEM e SISU apresentava e não houve menção alguma a isso.

Eu não sou negra – fala dos especialistas no assunto -.

Nunca me senti tão... diferente.

Agora eu entendo porque muitas pessoas não querem estudar.
Gostaria de continuar meus estudos e até escrever um artigo, mas não posso sem vínculo universitário.

Tentei mostrar que os alunos de colégios federais e militares usufruem de boa infraestrutura e que não seria “certo” deixar a vaga de cotas disponível a eles. Mas não consegui nada:














A última reportagem mostra o ranking de várias escolas e lá também tem a colocação da escola que pude concluir o ensino médio:


Ainda fiz questão de terminar o meu processo no estilo redação ENEM:

Esses colégios gratuitos se diferenciam das escolas estaduais e municipais pela prioridade na qualidade do conteúdo ministrado em sala de aula, quase ausência de atos “como greves e paralisações”, melhores condições de trabalho e remuneração diferenciada para professores, além de rígida disciplina do corpo discente.

Esses recintos já apresentavam alto índice de aprovação em vestibulares antes da aplicação da lei de cotas e criação do Exame Nacional do Ensino Médio. Ou seja, a reserva de vagas serviria somente para privilegiar aqueles que não necessitam da urgência na inclusão social, ato almejado pelo país visto que possibilita diminuir e até erradicar as diferenças socioeconômicas.

Ao concorrer a uma vaga através do SISU, alguns estudantes agem de má fé e inscrevem suas notas em vagas destinadas a inclusão social aumentando o nível de corte e/ou atrapalhando o sistema em si, pois não permitem que os verdadeiros candidatos almejados pela lei sejam alcançados. Após o prazo estabelecido por cada universidade, as vagas de reservas (cotas) são convertidas em vagas de ampla concorrência de forma a garantir o total preenchimento das vagas disponíveis para cada curso anualmente.

Portanto, seria importante um maior cruzamento de informações entre os dados fornecidos na inscrição do ENEM e o site do SISU, permitindo que vagas reservadas sejam visualizadas somente por aqueles a quem a lei objetiva auxiliar. Além disso, alunos que não confirmarem – através do registro acadêmico – ou não comparecerem as verificações presenciais exigidas pelo edital complementar de cada universidade devem ser punidos para erradicar esse comportamento mesquinho e preconceituoso, pois o caráter de um futuro e responsável profissional não deve depender somente de notas elevadas no ENEM, mas também na sua atuação em melhorias sociais desde o seu ingresso no meio acadêmico.

Achei injusto esse "crivo" da banca com a minha presença. Mas tudo bem, aprendi a minha lição. 

Diferente sim. Negra não.

Tchau,

Carla
---------------------

Oi. 
As listas de aprovados e as outras chamadas ficam disponibilizadas na internet para qualquer um conferir. 
Pude coletar as fotos para "minha defesa" no Facebook e Instagram - maioria abertos.
Então, imagino que colegas do mesmo ano também sabiam quais alunos estariam usufruindo dessas cotas. 
Alguns já concluíram o curso e, no caso da Medicina, puderam fazer residência e atuam nas suas profissões. 
Eles obtiveram bolsas de: monitoria, estágio, pesquisas, mestrado, doutorado, publicações de artigos, viagem pelo Ciência Sem Fronteira, residência! Tudo dinheiro público!
E os colegas de curso/ano que sabiam disso e não denunciaram? 

😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱😱


O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.  

- Martin Luther King


Quem pode, fica em casa. 
Seja higiênico, não fique cutucando sua máscara, lave-a com água e sabão quando chegar em casa e passe com ferro quente para ajudar a higienizar. 
Lave suas roupas com água e sabão e tente lavar separado roupas íntimas das outras peças. 
E, também, tente lavar separado pano de prato e outros utensílios de cozinha. 
Tampe o vaso sanitário a cada vez que for dar descarga (isso vale para os meninos também).
Tome banho de Sol (vitamina D é importante),
Tenha uma alimentação saudável.
Beba líquidos.

Gente!!! Ore muito para não adoecer nessa quarentena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário