sábado, 4 de janeiro de 2020

Ainda é janeiro de 2020!

Olá,

Notícias chegam rápido, mas notícia ruim é algo surpreendentemente veloz. 

Primeiro: são os alertas de enchentes - em sua maioria, na mesma época e nos mesmos locais há anos - antes das águas do dilúvio fecharem o verão... o problema é só sujeira mesmo? 

Segundo: representantes importantes de vários países e ONGs compartilharam sobre os terríveis impactos ambientais que as queimadas na Floresta Amazônica têm gerado no planeta Terra, como se a Floresta Amazônica fosse o único bioma brasileiro. E o resto da América do Sul? E os outros biomas? Mais de 5.000 anos de evolução da humanidade para perceberam que só o desmatamento na Floresta Amazônica está destruindo a Terra. 😞 A Austrália está em chamas e cadê as pessoas esperneando? 

Terceiro: Nem sabia que existia um programa chamado Porta dos Fundos... talvez por causa da jornada de trabalho... nunca assisti - o Vai que cola! eu gostei. Um grupo de malucos autodeclarados monarquistas e defensores dos bons costumes da família promovem um ataque contra o programa televisivo e um integrante foge para a Rússia. Fiquei boquiaberta! Acredito que pessoas de bons costumes tentem dialogar para evitar agressões. Se existia algo ofensivo no programa, talvez o botão desligue do controle remoto seja mais eficaz... denunciar também ajuda. Rússia? A namorada do rapaz é russa? E Rússia ainda tem memória monarquista? 

Quarto: Os ditadores e alguns presidentes atuais parecem reis. Só falta coroa. Que glamour! Os ditadores, presidentes ou reis sem dinastia fazem algo meio anormal... na roça se fala que para subir morro/montanha se usa mula, burro ou bode, são mais resistentes. O escritor e médico Guimarães Rosa trabalhou usando mulinha para deslocamento. Cavalo, além de ser mais caro, não dá conta do serviço. Mas Kim Jon Un e Vladmir Putin usam cavalos. O do ditador... rei... sei lá... da Coreia do Norte parece que saiu do conto de fadas. Só faltou ter asas. Será que foi levado por helicóptero? Ou por mulas?



Quinto: O super executivo e ricaço Carlos Ghosn - só nasceu no Brasil, foi criado no Líbano e é de família libanesa - é suspeito de fraude fiscal (ocultação de renda e enriquecimento ilícito por meio de países do Oriente Médio) no Japão.   
Oriente Médio inclui vários países, entre eles o Líbano (país de Carlos Ghosn) e Irã.
Japão é aliado dos Estados Unidos. 
Estados Unidos atacou e matou o general do Irã. 
Irã é aliado do Líbano. 
Não especificam de qual(s) país(es) do Oriente Médio Carlos Ghosn recebia e enviava dinheiro.  

Por precaução, alguém passa uma fita adesiva na boca do Jair Bolsonaro! Por favor! 
E ainda são 04 de janeiro de 2020!

----
A minha terapeuta recomendou que eu assistisse o filme Closer - Perto Demais. Eu assisti e ao comentar, ela me perguntou se eu havia entendido a história. 

Será que eu não entendi? Eu não vou assistir de novo. 

Bom de assistir filme de ação, aventura e comédia é que não precisa se preocupar com isso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário