quarta-feira, 31 de julho de 2019

Resultado reserva vagas da UFMG/SISU 2019

Olá,

O que são negros? Eu não sei responder essa pergunta. 

Eu comecei a pensar sobre isso quando me deparei com situações bem desagradáveis sobre raça. 

Acho que por causa do meu tom de pele, fica perceptível o quanto sou mestiça (parda - uma variante do negro).

Mas não é isso que a Comissão de Heteroidentificação da UFMG acha. 

Por causa da minha baixa nota - fiquei com 712 no ENEM 2018 - só consegui 1 vaga na modalidade reserva de vaga: autodeclarados pretos, pardos ou indígenas com deficiência. Aliás, eram 4 vagas e consegui uma dessas quatro vagas.

Fiquei selecionada para início de estudos no 2º SEMESTRE, mas antes tive que passar pelas duas comissões: a médica/psicológica e a racial.  A perícia aceitou rapidamente que eu estou na TEA e só ficou me questionando a necessidade de acompanhamento (quase a psicóloga me fez chorar). Mas a racial diz que eu não consegui comprovar a minha declaração. 

Entrei com recurso e novamente alegaram que eu não sou negra (parda). 

Eu não sabia que a comissão tinha o direito de questionar uma declaração, achei que eles só verificavam se aquilo que estava sendo declarado era "verdade" ou "falso".

Finalmente o resultado, tomei bomba no ENEM 2018. Fiquei muito triste com isso. 

Eu vejo várias pessoas fazendo vários cursos de graduação, mestrados, residências sem qualquer compromisso com a sociedade e eu sou expulsa o tempo todo. Depois alegam que não são racistas ou elitistas. Muito ruim.

Fiquei muito preocupada quando veio essa crise e o corte de verbas. A corda sempre arrebenta para o lado mais fraco. Eu quase entrei em pânico por causa disso. 

Eu já estava desconfiada de algumas coisas devido as denúncias, por isso pedi ajuda. 

Depois pedi ajuda para outras universidades, pois sabia que muitos pegam as "bolsas" sem declaração de renda. 

Fui percebendo que não interessava quem estava no poder, a nossa sociedade ainda é muito antiquada. 

Eu juro que não entendo uma universidade pública assim. Eu juro que não entendo isso sociedade que deseja tudo do capitalismo, mas quer tudo público. 

Não entendo um Eduardo Bolsonaro ser funcionário público e defender a privatização de tudo. 

Não entendo os meus colegas autodeclarados comunistas que se comportam de forma muito capitalista. 

Esse povo é doido. Mas tudo bem, não sou amiga mesmo. Concorrente nunca é um amigo.

Muito azeda e transtornada! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário