quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Nossa vida e bebês

Olá,

Hoje é o Dia Internacional das Meninas

Nós, mulheres, nascemos com uma quantidade de óvulos - na verdade, ovócitos II - que durante a puberdade começam a dar possibilidade de uma mulher ser mãe.

Não recomendo ninguém começar a vida sexual tão nova, como muitas começam. Na verdade, uma vida sexual que se inicia muito cedo, como 10 anos por exemplo, está mais relacionada a negligência familiar e abuso sexual.  

Mas nós mulheres temos um prazo de validade. Estamos boas para sermos mamães - pelo menos fisicamente - dos 20 aos 30 anos. Até a disposição física é melhor. 

Depois disso, principalmente após os 35, eu não recomendaria muito. 

A maioria das pessoas que conheço que tiveram filhos mais velhas, sofreram muito com consecutivos abortos espontâneos e depressão. E a chance de bebês com doenças ou transtornos é muito elevada, principalmente se a mulher já tiver uma predisposição. 

Até a elasticidade da pele feminina já não é a mesma coisa. 

Em revistas, vocês vão ver muitas celebridades que anunciam gravidez depois dos 40 ou 50 anos, mas maioria tem condição econômica para fazer tratamentos que auxiliam na fertilidade. Mas isso não é a realidade da maioria. Vai da disposição e sonho de cada uma. 

Desejo uma infância mais saudável para meninos e meninas, mas precisamos estar mais ciente da vida física e mental das mulheres.

Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário