quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Legalização do aborto

Olá,

Estou vendo na internet muitos comentários a respeito do aborto. É um tema muito polêmico porque envolve diferentes opiniões. Cada pessoa tem o direito de ter sua opinião sobre qualquer tema, a nossa constituição garante isso.

Eu acredito que os espermatozoides e óvulos são uma forma de vida de curta duração. Ao se unirem podem gerar uma vida de duração mais longa. Para mim, os nossos gametas não se diferem em tamanha importância quando comparada as algas azuis que produzem, através do seu metabolismo, grandes quantidades de gás oxigênio, substância essencial para nossa respiração.  


A sociedade e religiosos não se mobilizam com grande fervor pelas algas azuis. Mas bombardeiam a internet com visões distorcidas e preconceituosas de mulheres e adolescentes que procuram métodos anticoncepcionais e abortivos. 

Eu não me sinto melhor do que elas para julgá-las dessa forma. A nossa sociedade é muito machista, então a mulher ainda é vista como objeto, e quanto mais próximo você está das raízes da escravidão, pior se torna esse julgamento. Se ela não se objetifica, não consegue atrair a atenção do parceiro desejado, porque vivemos em uma sociedade machista.

Temos boas universidades públicas que é pouco acessível para pobres, somos vítimas de negligência da família-governo-sociedade, lidamos com uma sociedade muito hostil com o que é diferente, não temos terra para todos, não temos moradia para todos, não temos comida para todos, não temos medicamentos para todos... vivemos em crise ...

Eu não sei se teria coragem. Mas eu tenho casa, roupa, comida, trabalho, salário, plano de saúde... eu sei que existem várias mulheres de classe média e alta, inclusive casadas e com filhos, que já abortaram, mas cada caso é um caso. 

Só porque alguém tem uma conscientização mais ampla sobre esse assunto ou consegue controlar os impulsos e necessidades do seu corpo, não signifique que tenha que julgar o outro de forma tão agressiva. 

Sou a favor do aborto legalizado, pois vejo que com as leis atuais estamos mais matando  do que salvando vidas. 

Tem uns documentários no Youtube que ajudam a entender a dificuldade de quem decidi sobre um possível aborto e as consequências de um aborto ilegal:




Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário