quarta-feira, 11 de julho de 2018

Bruxismo, o meu ranger de dentes

Olá,

Minha psiquiatra me alertou que deveria ficar só estudando, dedicando inteiramente ao estudo para realizar as minhas metas esse ano. 

O problema não é cumprir isso. O meu maior problema tem sido lidar com uma séria de sintomas que tenho e que até o momento eu não sabia a origem.

Sempre tive bruxismo, ranger dos dentes. Isso afetou muito os meus dentes e gengiva, tornando a minha boca mais sensível. Quando uso creme dental com a substância "lauril sulfato de sódio", tudo piora e a gengiva incha. 

Perguntava para os dentistas o que poderia ter provocado o bruxismo e escutava o mesmo: "estresse".

Uma dentista ela até me ensinou um exercício para fazer antes de dormir, assim diminuiria o efeito "bruxismo": abrir a boca, elevando a língua até o "céu" e contar até 30. De acordo com ela, esse exercício ajudaria a relaxar a região. Mas o ideal seria o uso de uma placa para não desgastar os dentes.
Imagem do site "AbcMed"

Fui procurar na internet mais informações a respeito das possíveis causas do bruxismo e, novamente, me deparo com a palavra: Autismo.

Em todos os sintomas que sinto: dores de cabeça, sensibilidade auditiva, transtorno de ansiedade generalizada, bruxismo, situações que me incomodam, problemas intestinais.... e essa palavra aparece mais.

Gostaria que houvesse um teste como um exame: azul para POSITIVO, vermelho para NEGATIVO. Mas coisas não funcionam assim. E as suspeitas só aumentam. Mas por enquanto ninguém afirma algo certo. 

E fica essa dúvida. 

Uma boa música sempre ajuda um pouco. Eu estou escutando Canto das Florestas do Reginaldo Frazato Jr., mas no Youtube só consegui isso (versão para bebês):


Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário