terça-feira, 26 de junho de 2018

Aulas para Altas Habilidades

Olá,

Não sei se já observaram, mas eu sou um pouco agitada. Eu não tenho muito tempo para escrever no blog, mas é que eu não consigo ser tão quieta. Sou calada, mas inquieta. 

Depois que assisti o filme sobre a Temple Grandin (link para o filme: aqui), fiquei pensando muito sobre a escola que ela frequentou. É uma escola particular para portadores de Altas Habilidades - AH também são portadores de necessidades especiais -: a Hampshire Country School. Naquela época, parece que não existia uma obrigatoriedade de inclusão nos Estados Unidos, então as escolas não eram obrigadas a aceitar o aluno. Hoje as coisas são diferentes. 

O jeito foi a mãe da Temple G. tentar vaga em uma particular que tivesse o ensino diferenciado. Na verdade, um professor foi quem enxergou o potencial dela. Atualmente, a ex-escola dela - Hampshire Country School - continua focada no público de Altas Habilidades, mas se voltou para o público masculino (meninos). 

Algumas aulas "diferentes" que ela fazia dá para assistir no filme. E uma dela me chamou a atenção: aulas de marcenaria e carpintaria. Já contei que tentei fazer curso de tarot? 🃏 Essas aulas estão dentro do Programa de Enriquecimento proposta pelo psicólogo educacional Joseph Renzulli. Servem para  estimular, conhecer seus talentos ou até aprimorá-los. Raríssimo ver algo em português dele:


Achei tão legal a ideia de aulas de marcenaria e carpintaria! Adoraria ter tempo e dinheiro para ter este tipo de aula. Para você que vive com o bolso vazio ou até furado: Youtube é a solução! Na internet tem curso gratuito, pago, tem gente compartilhando... você escolhe! 



Para estimular o estudo, explico para os meus alunos que as conexões entre neurônios funcionam como um caminho que a gente dirige. Quanto mais áreas diferentes estudamos, mais fortalecemos estes caminhos e mais inteligentes ficamos. Comecei a fazer isso, porque uma mãe reclamou comigo que o filho dela não queria fazer aulas de violão. Olhe essa reportagem do site BOL: Aulas de música pode melhorar habilidades.

Dentro dos NAAHS (Núcleo de Atividades de Altas Habilidades e Superdotados) e Centros de Pesquisas voltados para Superdotação pode acontecer algumas atividades do gênero. Até onde eu saiba, não há escolas específicas para este tipo de público no Brasil. 

No portal do MEC, tem informações para contato com alguns NAAHS: Lista NAAHS do MEC. O vídeo abaixo mostra como funciona um NAAHS




Algumas entidades particulares ou ONG's também fazem esse trabalho social. Você terá de procurar na sua cidade. É o caso do:

1. Instituto Rogério Steinberg (para superdotados): está situada no Rio de Janeiro/RJ. Eles tem canal no Youtube: 


2. Cariúnas (Belo Horizonte/MG): aulas de música (flauta, violino, etc), dança e esporte para alunos de escola pública.



3. Oásis: parceria entre a Igreja Batista e Prefeitura de Belo Horizonte (Belo Horizonte/MG) - aulas de músicas para alunos de escolas públicas.

4. Projeto Altas Habilidades da PUC Minas: além de atividades diferenciadas para os AH's, tem atendimento com psicólogo para crianças e adolescentes que precisam:


Muitas Igrejas Católicas ou Evangélicas costumam arrecadar dinheiro através do dízimo  ou doações para fazer cursos profissionalizantes (cursos de música, desenho, manicure & pedicure, língua estrangeira, etc) para pessoas de baixa renda que desejam uma profissão a baixo custo ou até gratuitamente.

Depois eu tento mostrar algumas coisas que faço com meus alunos.

Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário