terça-feira, 29 de maio de 2018

Greve dos caminhoneiros 2

Olá,

A escassez da greve dos caminhoneiros começou agora no bairro - desde segunda deu para perceber (se o problema é a falta de cenoura, a abóbora é rica em pró vitamina A também. E as batatas, inclusive a doce, nunca foram inglesas, sempre foram das Américas, assim como o tomate... que subiu absurdamente de preço).

Eu entendo a paralisação e também acho que os combustíveis estão aumentando muito o preço. Mas eu também compreendo quem tem a necessidade de abastecer o automóvel para conseguir chegar ao trabalho ou qualquer outro lugar. 

Em e-mails e grupos de Whatsapp as pessoas estão apelando e até xingando os brasileiros que têm necessidade de abastecer. Eu sou funcionária pública e, por agora, estou saudável e posso permanecer durante esses dias sem carro, porque o prefeito declarou "dias facultativos". Mas eu tenho consciência que essa não é a realidade de muitos, principalmente dos autônomos.

Assistir toda essa manipulação da internet e televisão, além da corrupção que recebemos notícias é muito desestimulante. 

Impostos são necessários para bens comuns, como asfaltamento de ruas, melhorias de espaços públicos e outros. Se a forma de cobrança em produto não está viável, talvez seja melhor cobrar por renda, isto é, quem ganha mais = paga mais.

Sejam construtivos! Já tem gente destrutiva demais no mundo, só provocam mal estar.

Tudo de bom,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário