segunda-feira, 30 de abril de 2018

Altas Habilidades em meu irmão

Olá,

Já citei em várias postagens a respeito da amizade que tenho com meus irmãos, principalmente o meu irmão caçula.

Apesar da diferença de idade, temos muitas coisas em comum: somos portadores de altas habilidades.

Eu tive maior facilidade de socialização que ele, mas sofri um muito com o preconceito por ser mulher e "diferente".  Olha esse episódio infantil:

"- A Carla começa a brincadeira! -  gritou uma colega.
- "Gata amarela pulou a janela..." - eu 👧.
- Hã?!!!!! Não tem gata, é "vaca amarela"!
- 😕Mas a vaca é gorda e tem as patas finas, se ela pular a janela vai ficar manca! 
- 😂😂😂😂😂! É maluca mesmo!" - meninada."

Ou ficava com fama de maluca ou me tiravam da brincadeira. 

Quando criança, meu irmão gostava de cantar muito. Na fase bem infantil (1 a 3 anos) , ele gostava de cantar as músicas da Cássia Eller, principalmente essa: "Eu só peço a Deus / Um pouco de malandragem / Pois sou criança / E não conheço a verdade"... se tinha a palavra criança, ele entendia que a música era somente para as crianças cantarem: "Brincadeira de criança, como é bom, como é bom...". Os programas infantis preferidos eram Castelo Rá-ti-bum, Bruxa Onilda, Madeline e os desenhos da Disney. Esqueci do Sítio do Pica Pau Amarelo.

Aos poucos, ele foi ficando encantado com o Indiana Jones (por causa do videogame Nintendo do meu outro irmão) e ficava só falando de códigos secretos. Não sei como funciona a alfabetização, mas aos cincos anos ele lia bem. Quanto ao escrever: Que letra feia! Eu e meus irmãos tínhamos cadernos de caligrafia por exigência da escola, mas somente eu fazia as atividades. Os outros dois jogaram os cadernos fora. 

Quando saiu da creche e foi para a escola estadual, ele não fazia amizades e não queria ir a escola. Minha família procurou uma psicóloga para ajudar. Mas achou que o resultado não estava sendo satisfatório (minha família gosta de resultados rápidos). Mesmo assim, por causa de algumas reações dele, a psicóloga alertou que não era para ser tão brava ou exigente, pois ele já se cobrava muito. Em casa, ele era carinhoso, um pouco sapeca, mas não gostava de muita proximidade de pessoas "de fora". Um dia ele chegou contando que uma professora "cara de jacaré" (ele apelidou todas da escola pública) havia abraçado ele. Mas ele era comportado. 

Na escola particular teve uma adaptação melhor, a sala não era tão cheia, mas continuou sem fazer amizades (não, ele não tinha inimigos). Se recusava a participar de excursões escolares ou atividade religiosa infantil. Ele começou a ter autonomia e não precisava ficar vigiando para fazer atividades escolares ou jogar videogame. Mas um dia, ele se esqueceu de estudar para uma prova de matemática. Ele teve dificuldade em responder as questões. Ele ficou abalado. 😨Ninguém comentou nada, pois ele já estava remoendo muito. Depois ele fez uma tabela com datas das provas para não esquecer. Lidar com um erro seu ou frustração é muito difícil. 😭

Os Dinossauros foram uma grande e longa paixão. Nem eu que fazia faculdade de Ciências Biológicas tinha tanta preocupação com tantos nomes científicos dos lagartos extintos. A paixão foi tanta que dei o meu jaleco para ele. 

Aos poucos, ele foi crescendo e novos heróis foram se juntando aos Dinossauros e Indiana Jones, mas eram temporários: Homem Aranha; Yu Gi Oh (como eu odiava aquelas cartas... argh!); Dragon Ball e outros (na locadora de filmes os funcionários conheciam o menino que adorava filmes com monstros feios: Godzilla, King Kong, Anaconda, Alien, Serpentes assassinas, AracnofobiaSinais - ele decorou as falas desse filme - ...). Esqueci do nojento Joe e as Baratas (meus dois irmãos amavam esse filme. Nunca assisti. Argh!). 





Acho que por falta de lançamento de filmes de dinossauros, os mesmos foram dando lugar ao Harry Potter e Piratas do Caribe. Essa fase foi legal. Eu conseguia assistir aos filmes, ele acha a atriz que fez o papel da Hermione (Emma Watson) muito bonita. Eu sempre fui a companhia de cinemas e museus, pois temos alguns gostos em comum (exceto, os monstros, não tenho medo, mas também não tenho afinidade por lagartos assassinos).

Mas a paixão por mistérios e códigos não foram abandonadas. Um dia, ele me perguntou sobre um tal de Código da Vinci. Devia ter uns 11-12 anos. Ele queria conhecer o livro. Eu já trabalhava e perguntei algumas pessoas que tinham lido se havia algo pornográfico, vulgar ou "pesado" no livro. Como todos me falaram que não havia "nada demais", comprei o livro e um criptex (foi muito caro ... nunca mais, ano passado o Manual do Mundo ensinou a fazer um) de presente para ele. Ele ficou muito feliz. Nessa época ninguém estava conseguindo acompanhar mais o ritmo de leitura dele... os livros eram cada vez mais "grossos". Eu não tinha terminado a coleção Harry Potter ainda. Aproximadamente dois anos depois, eu li o Código da Vinci e fiquei boquiaberta: "Você não podia ter lido isso, era muito jovem! "

Nessa fase, ele foi ficando mais fechado. Só tinha um amigo vizinho que jogava videogame. Nem lembro que videogame que era. Acho que Playstation. 

Um dia, chegou uma visita. A mãe pediu para chamá-lo. Ao avisar sobre cumprimentar a visita, ele foi bem categórico: "Por que eu tenho que cumprimentar os outros se não estou querendo?" Várias vezes, vi ele sendo arrastado para cumprimentar os outros com a cara de tédio!

Mas esse comportamento melhorou. Ele cumprimenta. Talvez não converse tanto, mas cumprimenta e é educado. 

Os lagartos feios voltaram: Prometheus, Um lugar silencioso, Mundo dos Dinossauros, Vingadores, Liga da Justiça.... dividem espaço com a faculdade de Administração e livros de "direita" (Hã?, mas acho que a parte política dele ainda está amadurecendo). Eu gostei do Dr Estranho:


Nem sempre o Portador de Altas Habilidades se encaixa naquele perfil de "Gênio" ou que não precise de ajuda ou que seja apaixonado por matemática. E por conversar pouco não significa que somos autistas. Tanto ele quanto eu não tivemos acompanhamento adequado para Portadores de Necessidades Especiais (PNE). Eu ainda frequento psicóloga por causa da ansiedade e sensibilidade, mas ele não. 

Eu sou mais sensível. Acabo sentindo muito. Às vezes, evito proximidades por causa da sensibilidade. 

Espero ter ajudado contando um pouco sobre o irmão,

Com carinho,

Carla

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Coceira no ouvido

Olá,

Eu já falei do sintoma de coceira que sinto. Essa coceira também afeta meus ouvidos.  Incomodava até para dormir. Sinto muita coceira, do tipo acordar de madrugada com o ouvido coçando horrores. Já fui em médicos e eles sempre alegavam a mesma coisa (dermatite atópica) e recomendavam os mesmos medicamentos:


OTO-BETNOVATE®

Composição 
Cada 1 ml contém: 
17-valerato de betametasona .......................................................1,214 mg* 
clorfenesina ......................................................................................10 mg 
cloridrato de tetracaína ......................................................................5 mg** 
excipientes (propilenoglicol, álcool benzílico) q.s.p. ............................. 1 ml 
*correspondente a 1 mg de betametasona 
**correspondente a 4,393 mg de tetracaína



Indicações
Otites externas, agudas ou crônicas, de etiologia bacteriana e/ou micótica. Otites consequentes a dermatite seborreica, eczema alérgico e psoríase. Otite externa aguda ou crônica dos nadadores. Oto-betnovate®, como agente analgésico, antipruriginoso, antimicrobiano e anti-inflamatório é indicado também na preparação para remover o cerúmen e na desinfecção do canal auditivo após sua remoção



Opinião: Dá um alívio temporário, pois o cloridrato de tetracaína é um anestésico local, mas quando parei de usar, os sintomas voltavam, pois não era infecção, era dermatite.

MUD

Composição

Pomada dermatológica. Cada 1 g de pomada dermatológica contém:


triancinolona acetonida .................... 1,00 mg
sulfato de neomicina ........................ 2,50 mg
gramicidina ...................................... 0,25 mg
nistatina ........................................... 100.000 UI
Excipientes q.s.p. ............................ 1 g (*)
(*) Excipientes: butil hidroxi tolueno, vaselina e polietilenoglicol.

Indicações
Este medicamento é uma associação medicamentosa entre a triancinolona acetonida (corticóide tópico), a nistatina (anti-fúngico) e os antibióticos sulfato de neomicina e gramicidina; que podem ser utilizados para o alívio de manifestações inflamatórias e pruriginosas de dermatoses.

Opinião: Usei como recomendado pela médica e não senti diferença nenhuma. Ao contar, ela me pediu para terminar de usar a pomada como recomendado (durante 15 dias, 3 vezes ao dia), e após isso, se eu sentisse coceira, era para molhar um cotonete com álcool absoluto (difícil de comprar) e usar no ouvido para aliviar a coceira. Fiz isso durante um bom tempo. Mas só servia para alívio momentâneo e não para me livrar da coceira por resto da minha vida. 

Peguei uma imagem para você ter noção do ouvido:


Peguei essa imagem do site Fisioterapia para todos

 A pele é o maior órgão de revestimento do corpo e se estou com dermatite, a dermatite afetará toda essa pele. No ouvido afeta o meu canal auditivo externo. Tomei coragem (tenho medo de infecções) e fiz um óleo emoliente para gotejar no canal auditivo externo com conta-gotas.

Óleo emoliente diminuir a coceira no ouvido da Carla 
👂👩😊

Misturei: óleo de coco (emoliente) + azeite de oliva (rico em ômega 3 e vitamina E) + gotas de óleo-resina de Copaíba (antimicrobiano), coloquei em um frasco de vidro limpo com conta-gotas (era um de floral que tinha guardado). 


Material escolar, antena de rádio, chaves não são materiais
adequados para coçar os ouvidos. 

Opinião: Nunca fiquei com o ouvido entupido de cera, mesmo depois de 37 anos de vida (dinossaura?). Só sou muito sensível a barulhos. Tenho a impressão que o mundo é muito barulhento, principalmente meu trabalho. Pinguei nos meus ouvidos (canal auditivo externo) três vezes ao dia por 1 semana e nossa... que alívio. Ajudou muito. Não eliminou toda a coceira, mas não é algo desesperador como antes. Eu tinha vontade de enfiar qualquer coisa para coçar antes desse mix de óleos



Eu usei esses óleos, pois eram os mais acessíveis para mim, mas você pode usar o óleo de: chia ou linhaça (ricos em ômega 3), girassol (vitamina E), jojoba ou abacate (emoliente), calêndula (calmante), etc. Tem gente que prefere usar o azeite de oliva sozinho e morno, mas eu só gosto do cheiro de azeite na alimentação, sabe? Por isso, misturei com óleo de coco. E não aqueço. Mas aquecido vai ficar mais emoliente ainda. Nada muito quente, deve ser morno. Se quiser pode usar algodão ou um tampão próprio para tampar os ouvidos durante o banho, pois a água com sabonete vai fazer o seu ouvido coçar mais. O óleo-resina de copaíba serve como um antimicrobiano, coloquei 2 gotas, ajuda o conservar o mix de óleos também. 


Primeiro eu esterilizei o frasco com água fervendo. Depois de
frio, adicionei os óleos de minha preferência
Usei o "olhômetro" para gotejar os óleos
vegetais que eu queria. Frasco pequeno!

Na primeira tentativa, eu fiz uma meleca com
óleos, por isso usei um papel para ajudar.

Para comprar óleos vegetais recomendo óleos Copra (coco); Empório Laszlo; By Samia; Ferquima, Destilaria Bauru, Arte dos AromasCativa Natureza. São os melhores. Já comprei óleos do Mundo dos Óleos e a maioria chegou empoeirado e com cheiro de ranço. O azeite de oliva que usei foi da marca La Violetera, fácil de achar no supermercado.


Se você for filha de marajá (🤑💰💎) pode usar o DOCUCALM ANTI-ITCHY EAR SPRAY da QUIES que vende nos Estados Unidos e contém bisabolol (presente no óleo essencial de camomila) e a brasileiríssima castanha do Pará como ingredientes principais para amenizar a coceira:
Não sei se o frasco deles é patenteado. 
Na minha versão pobre do óleo hidratante para ouvido, você poderá fazer banho maria com óleo de coco e flores secas de camomila, filtrar em um pano para partes das pétalas não ir no seu ouvido. 

Mas a melhor opção tem sido tampar o canal auditivo com algodão antes de me banhar. Estou fazendo isso todo dia.


Melhor cuidar da audição, do que ficar surda. Tem muita música boa, vozes e sons agradáveis para você curtir! 👂💽🐸🐔🌄🔊🗣💗♫

Depois escrevo sobre os meus pés.

Observação: Não são todos os portadores de Altas Habilidades que apresentam os mesmos sintomas. Meu irmão não tem coceira no ouvido, mas tem outras alergias, como a rinite. 


Mais uma coisa: eu não sei se conseguirei escrever novamente até amanhã, mas dia 30 de abril será o Dia Nacional das Mulheres e 1º de maio é feriado e Dia dos Trabalhadores. Então vou compartilhar alguns vídeos via Facebook. Meus vídeos são suaves e estou compartilhando o príncipe novamente. Ele é brasileiro e parece que não está casado.  Compartilhar a Dilma vai ficar esquisito. Meninas que estão próximas a ele: APROVEITEM o Gatinho! Miau! 💋😻 Segredinho 🔐

Tudo de bom,

Carla

terça-feira, 24 de abril de 2018

Educação e greve

Olá,

Eu não vi reportagens a nível nacional sobre o que aconteceu ontem em Belo Horizonte. 

Muitos professores, em sua maioria mulheres, participaram de um protesto no centro da cidade, quando foram agredidas de uma forma surpreendente. 

Nunca fiquei sabendo desse tipo de reação por parte da Prefeitura em relação a protestos de professores municipais. 



A Educação Infantil (UMEI) é muito importante para educação e formação de várias crianças. Mas os profissionais precisam ser valorizados. A maioria deseja equiparação de salários (muitos possuem curso superior e até pós graduação) e diminuição da quantia de aluno por turma (turmas muito cheias dificulta o trabalho e atendimento dos alunos).

Eu não estava presente no protesto, pois não atuo no ensino infantil.  

Alguns alegam o sindicato serem problemas políticos. 

Protestos são feitos com fechamento de locais de atendimento (escola e vias) para incomodar (sensibilizar) a população que deveria ser mais participava daquilo que acontece no seu dia a dia.

O descaso com a saúde, educação e segurança são crimes que afetam toda a nação brasileira. Em Belo Horizonte, as UMEIS (Unidades Municipais de Ensino Infantil) começaram a ser construídas desde 2002. Elas funcionam como creches "gratuitas" e são locais seguros onde muitas famílias deixam seus filhos para conseguir trabalhar e/ou estudar. 

Antes disso, como as famílias que ganham baixos salários ou têm filhos com algum tipo de limitação, deficiência ou síndrome cuidavam de seus filhos? Quantas crianças devem ter sido maltratadas por ficarem em locais inapropriados?

Clique e leia: Dono de creche acusado de pedofilia é preso.

Clique e leia: Criança de 2 anos morre afogada em piscina de escola particular

Educação, Saúde e Segurança são assuntos muito sérios e afetam a vida de todos. 

Talvez a história do Roberto Carlos Ramos ajude a entender:


Desejo que sejam mais participativas,

Com muito carinho,

Carla

segunda-feira, 23 de abril de 2018

A história de superação de Temple Grandin

Olá,

Eu já fiz uma postagem sobre o Mês Azul (caso você não tenha lido, clique e leia aqui).

O mês de Abril foi escolhido como campanha para conscientizar as pessoas sobre o Autismo. A cor azul é usada, pois a maioria dos autistas diagnosticados são do sexo masculino. Mas hoje, esse mês vai ficar um pouco cor de rosa.

Mas tem autistas do sexo feminino também. Como eu trabalho em escolas públicas, eu lido com o público de inclusão social: autistas, superdotados, hiperativos, deficientes físicos, deficientes mentais e acolhidos (crianças e adolescentes que por motivos de segurança são retirados da família e colocados em Casas de Acolhimento - abrigos/orfanato); sendo que nem todos tem direitos ao serviços de monitor de inclusão ou atendimento no AEE (Atendimento Educacional Especializado).
Este livro é recomendando, mas
ainda não tive oportunidade de ler.

Os transtornos, como o autismo, não escolhe classe social ou raça. E não podemos fechar os olhos para eles. As campanhas são feitas com o intuito de aprendermos a lidar melhor com o outro e evitarmos constrangimento e conflitos. 

Ontem, eu tive a oportunidade de ver o filme de superação da autista Temple Grandin. Ela foi diagnosticada aos quatro anos de idade e o médico alegou para a mãe a famosa origem do autismo: "A Mãe Geladeira" (ela seria culpada pelo estado do autismo na Temple, visto que a mãe seria incapaz de amar e transmitir isso para a filha). 

Se você assistir ao filme, vai perceber que a Temple conseguiu vencer um autismo grave com a ajuda persistente da família. Com sua memória e sensibilidade, ela conseguiu diferenciar os comportamentos animais e lidar com suas necessidades.

Identificar não é rotular. É só para sabermos lidar melhor com o próximo. Antigamente, pessoas com autismo eram internadas em manicômios. Com a história da Temple é possível imaginar autistas diagnosticados estudando, trabalhando e se relacionando com os outros dentro dos seus limites. Devemos respeitar o próximo.

Temple Grandin e atriz Claire Danes.
Eu gostei muito do filme. Espero que gostem também. Não achei em locadora, só na internet. 


Tem o site da Lagarta Vira Pupa que pertence a jornalista Andréa que é mamãe do Theo, um autista. Ela já escreveu livro e traz informações no site também. 

Eu aprendi muita coisa, desejo que aprendam e compartilhem também.

Queria experimentar a máquina do abraço dela. Será que me acalmaria? 😟

O autismo de Temple permitiu que ela entendesse
o comportamento animal e publicasse livros e
artigos voltados para o bem estar deles.
Tudo de bom,

Carla

sábado, 21 de abril de 2018

Viagens e superdotação

Olá,

Eu não saio muito para baladas. Não que eu não goste, mas não tenho tanto dinheiro e tempo. 

Quero muito fazer uma segunda faculdade e estou me dedicando para isso. Durante as minhas férias, eu desconto essa energia acumulada! 

Não sei se é algo muito comum entre portadores de Altas Habilidades (AH) ter o sonho de ser um grande aventureiro. 

A minha infância e adolescência assistia a muito filmes de Indiana Jones, o historiador/arqueólogo que vivia aventuras pelo mundo. Também queria viver aquelas situações inesperadas com um pouco de humor. 


Histórias de Marco Polo, Julio Verne, Peter Lund e outros, fizeram parte, principalmente, da vida do meu irmão. Acabou me afetando também. 

Aos poucos, eu fui aprendendo a viajar sozinha. Às vezes, eu passo por situações bem desagradáveis, porque o nosso país - o mundo inteiro - ainda é muito machista e violento (ou eu sou muito sensível ou os dois. 😜). 

Fotografia da reportagem da Revista Isto é. Ele foi em uma época
que o Egito estava em crise, então deu para pechinchar
várias obras egípcias. Ele foi depois da inauguração
do canal de Suez e antes da Revolução de Urabi.
Espertinho e corajoso. 
Viajar sozinha ou em grupo - já viajei dos dois jeitos - é uma forma de conhecer novos lugares e pessoas. Mas o que eu não sabia é que faltava um aventureiro brasileiro na lista: Dom Pedro II 🤓

Fiquei encantada quando fiquei sabendo que ele organizava verdadeiras expedições culturais-científicas e, ao mesmo tempo, aproveitava para divulgar o Brasil mundo afora e para treinar a sua filha para ser futura imperatriz (ela ficava no comando enquanto ele estava fora, mas eu acho que foi na última viagem, não tenho certeza). 


Publicaram um livro, mas ainda não li, sobre as expedições dele: As Viagens de Dom Pedro II – Oriente Médio e África do Norte, 1871 e 1876, escrito pelo pesquisador Roberto Khatlab. Mas assim que eu puder, eu quero ler e deixo minha opinião também. 



Para empoderar a gente, assim como criaram o fictício Indiana Jones, criaram a Lara Croft


Ainda não assisti a nova versão da Lara Croft. Devem ter investido no conteúdo, pois não sensualizaram tanta com roupas curtas.
Desejo que você possa fazer parte de uma lista feminina de aventureiras sozinhas, acompanhadas, com filhos... e aproveitem.

Recomendo o filmes: O Guia do Mochileiro das Galáxias (para quem gosta de humor); Livre  e Comer, rezar e amar (você pode aproveitar uma viagem para repensar a vida)

Tudo de bom, 

Carla

terça-feira, 17 de abril de 2018

Creme DiabetTX da GOICOECHEA

Olá,

Eu já falei para vocês que eu vivo com coceira na pele. Ela sempre foi muito seca, exceto a do rosto (principalmente zona T).



Desde pequena eu uso muito hidratante, porque minha família não suportava me ver com a pele de tom moreno/preto esbranquiçada (craquelada de tão seca): "Você está russa, menina. Vá passar um hidratante." 

Eu acostumei a usar muito hidratante, banho de hidratante. Para piorar, eu sofro com a dermatite atópica, e ela piora na inverno. Mas tinha algumas áreas que eu não era tão atenciosa, como as axilas.

Antes eu sentia muita coceira nas axilas, principalmente quando usava esse desodorantes "normais" (antitranspirante). Fiquei lendo um pouco sobre a pré-diabetes, diabetes, os sintomas de coceira e dermatites na internet. 

Então, decidi usar um hidratante específico para as peles diabéticas que vi no comercial da televisão: o Creme DiabetTX Goicoechea. Vamos lá:



Tem uma propaganda nova com um ator famoso, mas não achei no youtube para compartilhar.

Creme DiabetTX®  - 400 g - GOICOECHEA

Ingredientes: aqua; paraffinum liquidum (parafina líquida/vaselina); caprylic/capric triglyceride; glyceryl stearate; cetearyl alcohol; dimethicone; phenoxyethanol; cetyl alcohol; polyquartenium-7; peg-40 stearate; stearyl alcohol; Helianthus annuus seed oil (óleo de semente de girassol); carbomer; methylparaben; sodium cetearyl sulfate; arginine; CI77891; imidazolidinyl urea; triethanolamine; Zea mays oil (óleo de milho); xantham gum; butylparaben; ethylparaben; Sesamum indicum seed oil (óleo de gergelim); isobutylparaben; propylparaben; Macadamia ternifolia seed oil (óleo de macadâmia); Camelia sinensis leaf extract (extrato de chá verde); Olea europaea fruit oil (óleo de azeite de oliva); Capsicum annuum fruit extract (extrato de pimentão); allantoin, glucose, carrageenan.



Está escrito na embalagem:

"Goicoechea Creme DiabetTX® é uma inovação  da Genomma Lab® , que promove uma sensação imediata de alívio e melhora o desconforto causado pela ressecamento. Pode ser usado por pessoas diabéticas e não diabéticas, para hidratação da pele áspera e ressecada. 

Hidrata intensamente a pele com ressecamento extremo. 

Goiocoechea DiabetTX® melhora a aparência da pele áspera e ressecada, deixando-a hidratada e macia."

Opinião: Eu gostei, hidrata muito a pele. Mas é uma propaganda meio falsa. Eles usam a imagem de um pé, e eu fui "enganada" pela imagem, porque meus pés são muito secos e eu concluí que ajudaria a hidratar meus pés. Pura ilusão. Serve para toda a pele, exceto para pés e rosto. Tem a vantagem de não ter cheiro e corantes. Eu achei caro (R$42,00 - valores abril/2018 - Lojas Rede), mas pode ser facilmente substituído por uma Loção Hidratante da Arte dos Aromas, por exemplo, que tem 220 mL com ingredientes orgânicos, sem corantes e parabenos. Como eu não uso desodorante para dormir, após o banho noturno, eu comecei a usar loção hidratante, tanto o DiabetTX como de outras marcas, nas axilas também. No período da manhã, reaplico o hidratante antes do desodorante. UFA! Melhorou demais. Se você não tem problemas com perfumes e corantes, pode usar as loções corporais da Natura, Boticário, Kapeh, Paixão ou Monange. Óleo hidratante também ajuda a controlar a pele ressecada. O óleo trifásico de maracujá da Natura é uma delícia. Também já usei da Laszlo, mas mudaram os óleos e parecem estar mais perfumosos. Recomendo todos. Para ajudar a aliviar os sintomas da dermatite, pode deixar a loção na geladeira para dar aquela sensação de frio e diminuir o sintoma da coceira.

Já fiz uma "pomada" para meus cotovelos ressecados em outra postagem: Pomada vegana para dermatite atópica.

Se você for marajá ou filho (a) de um, pode comprar a loção anticoceira da La Roche Posay  - Lipikar Baume AP (quase R$200,00/abril de 2018. Será que tem diamante em pó? 💎). 

Procurei mais informações sobre o Lipikar e não tem diamante ou ouro em pó, mas tem uma combinação de substância, como derivados da parafina/petróleo (forma um filme que impede a perda de água pela pele) + óleo de semente de mostarda + manose (tipo de açúcar que se liga a bactérias patogênica e auxilia a expulsar elas da pele + niacinamida (é a vitamina B3 que ajuda a restaurar a pele e combate envelhecimento) + manteiga de Karité a 20% (a manteiga é emoliente) + fermento de Viotreoscilla (ajuda na recuperação e fortalecimento da estrutura da pele).

Como eu acho caro, não quero comprar por agora. As informações acima eu me coloquei de acordo com os ingredientes que achei no site deles:


Aqua / water; Butyrospermum parkii butter/shea butter; Glycerin; Dimethicone; 
Niacinamide; Paraffinum liquidum/mineral oil; Cetearyl alcohol; Brassica campestris oleifera oil / rapeseed seed oil; Ammonium polyacryldimethyltauramide / ammonium polyacryloyldimethyl taurate; Peg-100 stearate; Glyceryl stearate; Peg-20 methyl glucose sesquistearate; Cera microcristallina / microcrystalline wax; Paraffin; Sorbitan tristearate; Dimethiconol; Mannose; Disodium edta Capryloyl glycine; Vitreoscilla ferment; Xanthan gum; Pentaerythrityl tetra-di-t-butyl hydroxyhydrocinnamate; Sodium benzoate.

Eu não sei se cumpre o que promete, mas é a marca que os dermatologistas adoram receitar para pacientes/clientes.

Eu já usei várias marcas de desodorantes, mas ultimamente tenho usado os da Boticário por causa do cheiro/preço, mas eu só uso versão creme ou roll on, caso contrário minhas axilas ficam mais ressecadas do que já são. Mas a Boticário ainda não tem versão roll on com a tampa virada para baixo (versão para pobres: "meu dinheiro é pouco e eu uso até a última gota"  💸😀). Eu adorei o perfume do Flor de Maçã da linha Cuide-se Bem. 


Uso hidratante antes de aplicar o desodorante para não irritar a pele.

Depois eu continuo contado mais sobre minha coceira.

Tudo de bom,

Carla

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Mês Azul

Olá,

Dia 2 de Abril é considerado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Essa data foi criada pela ONU como campanha para alertar as pessoas sobre o distúrbio que afeta milhões de pessoas no mundo inteiro.

No Brasil não há dados precisos de quantas pessoas (crianças, jovens e adultos) são afetadas. Agora imagine quantas dessas conseguiram o diagnóstico e acompanhamento médico?

A maioria das pessoas afetados são do sexo masculino, por isso a cor azul ficou como símbolo. Como ainda não há muito esclarecimento sobre as causas do autismo, um laço (fita) feito com quebra cabeças também é usado para representar sua complexidade e mistério para a medicina.



Existem diversos graus de autismo e recebem classificações médicas. O site da Revista Saúde tem mais informações "O novo retrato do autismo":

Classificação MédicaO critério atual se baseia na funcionalidade — a capacidade de realizar atividades simples e desenvolver o intelecto:

  • Baixa funcionalidade
  • Média funcionalidade
  • Alta funcionalidade (Aspies)
  • Síndrome de Savant

Mas uma pesquisadora portadora do autismo - aspie - chamada Temple Grandin também faz sua própria classificação, mas eu acho que é mais voltados para o autismo "Alta Funcionalidade":

  • O primeiro grupo: pensa por imagens e curte atividades manuais. 
  • O segundo grupo de autistas: pensa por palavras e fatos. 
  • Um terceiro tipo de autista: é o que pensa por padrões e se dá bem em música ou matemática. 

As classificações mudam muito e a cada dia a ciência amplia seu conhecimento. Mas o autismo obedece um padrão comum: a comunicação e interação (empatia) com outras pessoas ficam prejudicadas, além dos comportamento repetitivos.

Algumas pessoas podem ter dupla excepcionalidade, isto é, apresentar mais de um distúrbio. Até agora, eu sou só portadora de Altas Habilidades. Mas têm autistas que são superdotados também. 

Superdotados (AH) tem dificuldade de diagnóstico porque apresentam alguns sintomas parecidos tanto com Autismo quanto com Hiperativos (TDAH). Só um acompanhamento com profissionais especializados na área poderão devolver um resultado correto. 

Mas com a internet (uma das maravilhas da atualidade), algumas pessoas e até  autistas compartilham alguns coisas deles através de Blog ou canal no Youtube. Vamos lá ver o que eu achei legal:

Doutor Dráuzio Varella - ele fez um especial para o Fantástico (Rede Globo) interessante. Acho que tem no Youtube.


Turma da Mônica - a turma do Maurício de Souza produziu alguns vídeos para o público infantil sobre o tema.


OtavioShow - são dois irmãos (crianças), sendo uma delas portadora do Autismo.


Leonard Akira - youtuber adulto que é um Aspie (autista alto funcionamento):


Mundo Asperger - A mãe de um autista faz vários vídeos sobre o tema.


The Aspie World - esse é um gringo do Reino Unido chamado Dan que compartilha muita coisa: em INGLÊS.



Tem um blog da Simone Clemens, uma pedagoga especializada em educação montessoriana, que faz uma comparação entre características de Autistas x Superdotados, quando não é caso de dupla excepcionalidade. Peguei um pequeno trecho do texto dela para vocês verem:

"... Os pontos em negrito estão como características autistas e as explicações em cursivo são dirigidas aos superdotados.

A criança evita contato visual 

O superdotado não apresenta qualquer problema com contato visual. Pelo contrário, ele mantém contato visual geralmente muito cedo com os pais ou com a pessoa de confiança."

Demonstra pouquíssimo interesse em outras pessoas.

A empatia é uma das características mais acentuadas de um superdotado e geralmente bastante precoce em relação à crianças da sua idade. A idéia que o superdotado é um tipo solitário, está relacionada a outros pontos que não tem ligação com a falta de  interesse em outras pessoas. No caso do superdotado, a preferência a poucos amigos, se dá na maioria dos casos, por causa de seus interesses pouco comuns e a dificuldade de encontrar pessoas que tenham as mesmas afinidades com eles...."
Tudo de bom,

Carla