domingo, 17 de dezembro de 2017

Um pouco de luxo na pobreza

Olá,

Às vezes, conversando com as pessoas eu fico incomodada com algumas coisas que vivencio. Mas desta vez, uma conversa me lembrou o passado.

Eu fiz uma postagem falando um pouco sobre a Marcela Temer. Achei que as pessoas vulgarizavam muito a imagem dela para atacar o Michel Temer, o atual presidente. As reportagens e imagens relacionadas a ela estão muito agressivas. Mas achei que a reportagem da revista Veja não colaborou muito. Leia mais aqui.


Apesar de tudo, eu acho que a Marcela Temer tem o perfil de muitas brasileiras, mesmo sendo tão discreta. Muitas. O jeito de vestir e a aparência dela lembra muitas as moças que apoiam grupos da direita.  Ela é muito bonita. Aliás, ela também é uma advogada, formada pela universidade particular.

Quando tive a oportunidade de frequentar uma faculdade, as pessoas me estranhavam muito eu ser oriunda da escola pública. Às vezes, eu me sentia incomodada com fatos pontuais. Eu demorei a entender porque as pessoas estavam me tratando com tanto preconceito quando me formei em magistério (licenciatura em Ciências). Às vezes, eu esqueço que sou especial.

Então, a tríade dos cursos mais cobiçados continua o mesmo: DIREITO – MEDICINA – ENGENHARIAS. E as moças mais cobiçadas eram as do curso de Direito: sempre maquiadas e elegantes. Mas acontecia algumas coisas engraçadas. Às vezes, a pessoa não tinha perfil para um determinado curso, mas formava assim mesmo. Tinha alguns colegas da universidade que eu sabia que nunca iria exercer a profissão. Em classes mais elevadas, as mulheres, exercendo ou não a profissão, são graduadas, mesmo que não tenha perfil para aquele curso.

É essa parte da história que eu acho desperdício de dinheiro público 💸. Mas eu tenho colegas que os defendem, pois é a oportunidade de lidar com pessoas de diferentes realidades socioeconômicas. Diferente de outros países, que a preferência de vagas nas melhores universidades seja para alunos excepcionais e/ou ricos, aqui é para quem é aprovado na prova, independente se tenha interesse em fazer algo pela universidade/sociedade ou não. Talvez a privatização fosse uma alternativa interessante, mas acho que as cotas ajudaram um pouco.

Mudando de assunto. Eu vivo sem dinheiro. Parece que o dinheiro cria asas e voa das minhas mãos em determinadas épocas. Como eu também já perdi a minha fé numa possível aposentadoria, tento economizar o máximo que eu posso.

Convivendo com pessoas tão elitizadas, fiquei com o gosto refinado. Mesmo com pouco dinheiro, tem algumas coisas muito legais e gostosas que fica difícil resistir:

Açaí Zero - 1,5 L - Açaí Fresh

Achei outra marca de açaí diet (a postagem do outro creme de açaí está aqui). Os adoçantes usados são extratos de taumatina (adoçante extraído de uma planta africana) e estévia (planta das Américas).

Está escrito na embalagem:

“Mais natural e menos calórico. O Açaí Fresh não possui xarope de guaraná em sua composição. Utilizando apenas aroma e extrato de guaraná, ele se torna muito menos calórico.”
“Vitaminas B1, B2, C e E”
“Ômegas 3, 6 e 9”
“0% de açúcar”
“- 30% de calorias”



Ingredientes: polpa de açaí médio, água filtrada, maltodextrina, polidextrose, ácido cítrico, extrato natural de guaraná, goma guar, goma tara, extratos de estévia e taumatina. NÃO CONTÉM GLÚTEN.


Açaí com suco de Uva

Eu adoro açaí em creme e versões em suco. Mas só posso em casa. Já tinha experimentado açaí com suco de laranja, mas nunca com suco de uva.

Eu vi em um supermercado vendendo uma garrafa da marca Sinuelo, então decidi fazer em casa. O creme ou polpa de açaí que você vai utilizar fica a seu critério, mas só posso com versões Diet (sem açúcar). A medição dos ingredientes eu faço pelo olhômetro (sabe quando a sua mãe grita: Eh menina! Tem os olhos maior que a barriga!), então, esse é o tamanho dos meus olhos para os ingredientes que mais gosto. O Inmetro aprova!  😲👀 

Opinião: Alguns acrescentam grãos de chia para ficar mais nutritivo, pois é rica em ômega 3. Aprovado: tudo delícia!

Música

Esse final de ano, vou dar um presente para um familiar, um CD barato das Lojas Americanas. Escutei quando estava na Loja e tirei uma cópia para mim. Ninguém vai perceber. E vocês não vão poder contar para a pessoa. 😜

A pessoa nem vai perceber a diferença. Tempos de crise.
Vale a pena escuta: a versão com cavaquinho para Jesus, alegria dos Homens de Bach ficou bonita. Tem a versão natal com harpa aqui (esse é da minha infância, mil anos atrás). 

Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário