domingo, 10 de dezembro de 2017

Anitta é a mulher do ano?

Olá,

No meu Facebook eu gosto de compartilhar algumas imagens. E um dia acabei compartilhando uma imagem da cantora Anitta, considerada  a "Mulher do Ano" em 2017, e ao lado uma professora que morreu ao tentar salvar os alunos após incêndio... aquela história da creche de Janaúba/2017.


Eu não sabia da eleição dos melhores do ano pela revista GQ, que atende ao público masculino de classe média e alta. Nunca li a revista. Só depois, por curiosidade, procurei saber um pouco mais. 

A revista GQ nacional (sim, a fundadora oficial é gringa) faz anualmente uma eleição daqueles que mais se destacaram naquele ano. E neste ano de 2017, eles consideram que a mulher do ano foi Anitta. E eu concordo... é verdade. Ela é a cantora do momento, está tendo até repercussão internacional. Uma colega de trabalho foi a um show Andrea Bocceli com Anitta e ficou encantada com ela, mas na companhia do Bocceli, sozinha e dançando com aquelas roupas não! 😜. Ela merece o prêmio e, até o momento, está sabendo aproveitar as oportunidades. 



Mas se você não gosta do gênero musical ou das danças dela, é outro julgamento. O jeito dela de dançar lembra a Rihanna. E se existe Rihanna, por que não pode existir Anitta?


Essa mesma revista elegeu como melhores do ano:




E não tem ninguém fazendo a caçada deles! Eu entendi que o critério da revista seria impacto no mercado/mídia e não um trabalho social. A comparação é injusta!

Ahhh! Anitta: você merece o prêmio! Mas eu continuo não gostando da sua música. E o nariz dela ficou parecido com o do Michael Jackson. Mas ela é um conjunto bonito, moça bonita. Não se esqueça que a revista GQ é masculina. 

Quem foi a pessoa do ano para você?

O melhor do ano para mim? O que mais me impactou (exceto membros da família)? Michael F. Holick. Depois eu escrevo dele. Uau! Ele é o cara! 🤓 🌞🏆

Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário