domingo, 31 de dezembro de 2017

Altas Habilidades

Olá,

Eu sempre me achei um pouco diferente das outras pessoas. Às vezes, não conseguia me enturmar por causa disso.

Apesar das boas notas, sempre tive fama de maluca, inquieta, de ser calada demais ou falar coisas sem sentido, então na escola eu só conseguia fazer amizade com os bagunceiros. Mas não era desrespeitosa com os professores, eu gostava deles. Tem alguns que me lembro até hoje.

Com os professores sempre fiz de tudo para não ser percebida, mas um professor ou outro sempre me questionava: “Você está com dificuldade de aprendizagem?” Ai, que ódio!

E isso me perseguiu até na faculdade. Um professor de Química, o Per Christian Braathen, me perguntou depois de uma aula: Gostaria de conversar com você. Eu sinto que você não está aprendendo. Fica no fundo, sem questionar nada. Você está conseguindo entender a minha aula? Precisa de ajuda? Inventei um monte de mentiras, não gosto quando ficam me observando e apontando os meus defeitos. O que eu posso fazer se eu não estava entendendo nada? Minha obrigação era tirar 60 pontos. Fiquei constrangida! Demorei a entender que eu tenho o meu jeito de aprender, preciso percorrer o meu caminho. 

Eu tive muita dificuldade na faculdade, pois não fiz um bom Ensino Médio. Eu sempre acreditei que as coisas devem seguir etapas. Não fazia sentido fazer faculdade se eu não tivesse um curso técnico. Acreditava que abriria horizontes. Mas minha família não pensava assim. Na época, os cursos técnicos que tinham eram no Coltec (UFMG) e CEFET, e os dois eram muito longe da minha casa. Mesmo com a possibilidade de ser aprovada, eu não recebi apoio, pois minha família achava perigoso eu ir para lugares distantes sozinha. Como não fiz minhas etapas, as coisas perderam o sentido e fiquei desanimada. Só tirava 60 pontos. E nem tinha aulas de filosofia e sociologia! Quase fui reprovada no último ano (ensino médio) por frequência. Que desânimo!

Eu ficava imaginando que porcaria de profissional eu me transformaria se eu não fiz aula de filosofia e sociologia e não havia feito um curso técnico. Como faria um curso superior com maturidade? Como tudo não havia sido perfeito, fiquei perdida. 

Fui aprovada no curso de Ciências Biológicas na UFV e para lá fui. Quando eu mudei para Viçosa eu surtei... de raiva. Às pessoas me perguntavam se eu morava na república mista como se eu tivesse fazendo orgia. Eu fiquei com raiva e andava rebolando com nariz empinado. Que raiva! Quando eu estava quase desse jeito (vídeo abaixo), uma colega conversou: “Você está exagerando!”


Depois disso eu fiz uma campanha contra AIDS na frente do restaurante universitário. Isso não é coisa de caloura, mas eu demorei para perceber que essas iniciativas eram um pouco anormais. Depois, eu comecei a beber muito e ir a muitas festas. Adorava ficar entre os meus amigos.

Ai! Eu comecei a terapia com psicóloga quando era jovem. Através da terapia você tem que se descobrir. Pode ser que a terapeuta fale ou faça coisas que te incomode. Eu tenho de admitir que para algumas coisas eu sou bem lenta. Muita lenta: 🐢. Demorei, mas eu descobri o que está acontecendo comigo. Eu sou portadora de Altas Habilidades, sou especial 🤓.

É muito inconveniente descobrir algo que você é e que não tem muita informação. Até a alimentação tem de ser diferente. Eu fiquei um pouco chateada quando descobri que era portadora de Altas Habilidades, porque quando li as características principais lembrei de algumas críticas que escuto desde a minha infância: “Você é muito teimosa!” ou “Você lembra como você era pirracenta?”. Mas antes tarde do que mais tarde ainda! 

A vida inteira eu convivi com bullying, na escola e fora dela. Não é fácil:


Caso você se sinta muito desrespeitada pode tentar conversar com a pessoa ou até chamar a polícia. O bullying foi incluído no Código Penal e pode acontecer na escola, trabalho, academia, etc; leia aqui. Não é todo mundo que consegue ser tolerante, mas respeito é algo obrigatório para uma boa convivência.

Não é fácil ser diferente! Nem sempre somos tolerados. A intolerância pode acontecer até  entre familiares:


E por causa disso ficamos muito perdidos e nem todos encontram ajuda necessária:


 Tem uns de nível avançado desde a infância, são os prodígios:


 E outros só conseguem ajuda mais velhos ...


Mas a maioria sofre muito com o preconceito e bullying....


... até de conhecidos...


Alguns são comportados, mas outros ... que tristeza... geralmente são confundidos com hiperativos ou déficit de atenção de tão inquietos. Dá pânico: 


Não tem muita informação e livros em português, vai algumas coisas que consegui. E não desista, porque o Stan Lee e o J. K. Rowling se esforçaram muito por nós!

     A)    Identificação

Eu consegui através de anos de terapia (psicóloga), pois tinha questões emocionais juntos. Sou muito sensível e intensa, às vezes evito as pessoas por causa da minha intensidade. Acabo sofrendo muito com a raiva. Mas você pode ir mais direto ao assunto com o neurologista ou neuropediatra. Tanto para crianças e adultos a terapia ajuda a lidar com as dificuldades emocionais. Entidades como a Mensa Brasil (sociedade de pessoas com QI acima de 98) também fazem diagnóstico através de testes com o pagamento de uma taxa, o site deles tem mais informações. Eu nunca fiz o teste deles. 

Na verdade, eu perguntei quanto que eles cobram de mensalidade ou anuidade, e não me responderam... tem que equilibrar as finanças, minha gente! Muitas contas para pagar! 💸

Tem alguns que são metidos. Eu não ostento "rei na barriga", porque ela já está cheia de gases.  

     B)    Principais características de portadores de Altas Habilidades:

Os portadores de Altas Habilidades não devem apresentar, necessariamente, todas as características abaixo. (extraí do site APAHSD).  (Dados extraídos de MEC 2007 – Quadro 5 – p.44)                

1 – Aprende fácil e rapidamente. Eu apanho da Física!
2 – É original, imaginativo, criativo, não convencional.
3 – Está sempre bem informado, inclusive em áreas não comuns.
4 – Pensa de forma incomum para resolver problemas.
5  – É persistente, independente, auto-direcionado (faz coisa sem que seja mandado).
6 – Persuasivo, é capaz de influenciar os outros.
7 –  Mostra senso comum e pode não tolerar tolices.
8 –  Inquisitivo e cético, está sempre curioso sobre o como e o porquê das coisas.
9 – Adapta-se com bastante rapidez a novas situações e a novos ambientes.
10 – É esperto ao fazer coisas com materiais comuns.
11 – Tem muitas habilidades nas artes (música, dança, desenho etc.).
12 –  Entende a importância da natureza (tempo, Lua, Sol, estrelas, solo etc.).
13  – Tem vocabulário excepcional, é verbalmente fluente.
14 –  Aprende facilmente novas línguas. Eu não!

Sabia que Dom Pedro II tinha domínio do hebraico, na época, uma língua morta? Aprender línguas mortas não é para qualquer um. Eu vi no filme Mauá - O Rei e o Imperador!


15 – Trabalhador independente.
16 – Tem bom julgamento, é lógico.
17  – É flexível e aberto.
18 –  Versátil, tem múltiplos interesses, alguns deles acima da idade cronológica.
19 – Mostra sacadas e percepções incomuns.
20 – Demonstra alto nível de sensibilidade e empatia com os outros. 
21 – Apresenta excelente senso de humor.
22  – Resiste à rotina e à repetição.
23  – Expressa idéias e reações, freqüentemente de forma argumentativa.
24 – É sensível à verdade e à honra.

No caso de Alto Habilidosos Cognitivos:
1- Vocabulário avançado
2- Perfeccionismo
3- Críticos
4- Contestadores
5- Não gostam de rotina
6- Grande interesse por temas abordados por adultos
7- Facilidade de expressão
8- Desafia professor e colegas
9- Conseguem monopolizar atenção de professor e colegas
10-Preferem geralmente trabalhar de forma individual

Por causa da falta de estímulo recebido em casa e na escola, estas crianças podem apresentar: 
1- Baixo rendimento escolar, por falta de interesse nos conteúdos ministrados pelas escolas.
2- Decepção e frustração por não se sentirem atendidos nem compreendidos.
3- Desinteresse nos estudos.
4- Comportamento inadequado. Muitas vezes confundido com: hiperativos, com crianças com distúrbios comportamentais ou déficit de concentração

Alguns apontam diferenças entre sexos. Retirei o trecho abaixo de uma reportagem da Dr (a) Gail Gross

Características comuns da criança feminina AH:
• Gosta de escola, especialmente cursos de ciência, música e arte.
• Gosta de seus professores.
• Regularmente lê notícias, revistas, outra leitura não necessária.
• Gosta de participar de produções musicais e dramáticas.
• É sonhadora.

Características comuns da criança masculina AH:
• Não gosta da escola.
• Não gosta de professores e pensa que eles não são interessantes.
• Não faz dever de casa.
• Não gosta de educação física e raramente se dedica a esportes de equipe.
• É considerado radical ou não convencional.
• Muitas vezes quer ser um solitário para perseguir seus próprios pensamentos e interesses. 

As características apontadas não são regras fixas, portanto uma pessoa/criança pode apresentar ou não tais características.

    C)  Para crianças e adolescentes em fase escolar têm aulas de Enriquecimento. Eu nunca assisti a uma aula dessas, então não posso comentar.  Tem o vídeo abaixo para assistirem:


      Brincadeira! Esses são os vídeos escolhidos sobre Enriquecimento Educacional para Altas Habilidades:




     Escolas para o público de Altas Habilidades é o sonho de muitos. Em alguns países isso já é realidade. Aqui o processo está começando, então as portas ainda não estão abertas:


D)    Sintomas negativos:

Alergias
Ansiedade 
Asma
Constipação (prisão de ventre)
Depressão (crise existencial)
Dores de cabeça
Insônia
Raiva
Sensibilidade

Ainda não consigo falar sobre a minha ansiedade, porque ela piorou e começou a atrapalhar meu dia a dia. Estou em tratamento médico. 😱 
Cuidado com os níveis de vitamina D e B12.

    E)    Alimentação:

Essa é quentinha! Notícia recente... no Brasil! Ajuda a aliviar os sintomas negativos. Deve-se evitar alimentos com carboidratos simples (alto índice glicêmico), como açúcar branco ou escuro (mascavo ou demerara), xarope de milho, frutose, mel ou melaço. Use adoçante. À noite, prefira refeições leves, pois diminui a insônia. Cuidado com a glicerina e glúten: são muito energéticos. Alguns medicamentos, como a Neosaldina em comprimidos, têm açúcar ou glicerina: evite! Eu evito frutas como tâmaras, pão diet e banana à noite (todos com alto índice glicêmico). Cuidado com a quantidade de arroz, feijão e sobremesas 😋no almoço e jantar!  

Quando puder atualizo o blog!

Tudo de bom a todos,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário