quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Escola Sem Partido

Olá,

Eu sou licenciada e trabalho em escola. Eu e meus colegas temos muitas dificuldades no dia a dia, por causa da realidade social e conflitante que os jovens e adultos de hoje vivenciam. Além disso, a crise política e econômica também afeta nosso meio: corte de verbas, reforma trabalhista, reforma da previdência, famílias desempregadas.... tudo isso se perpetua no ambiente educacional!

Diante de tantos transtornos, para-se tudo para discutir um projeto da “Escola Sem Partido”. Eu não consigo resumir este projeto de lei, então deixo o próprio texto do projeto de lei , o site "Escola Sem Partido", o vídeo "Dois lados da moeda: Escola Sem Partido" da Jovem Pan e o vídeo de um rapaz do canal Mameefalei para melhor esclarecimento:




Esclareceu alguma coisa?

Então, eu vou contar o que presencio durante o turno da manhã. Eu trabalho com aproximadamente 150 crianças (adolescente entre 11 e 15 anos) divididos em 5 turmas. Tenho alunos de várias: raças e mestiços, religiões, alturas (alguns não cabem nas mesas e cadeiras), moradias, níveis de maturidade e inteligência. Mas, nós professores, percebemos diferenças.

Entre essas crianças há alunos especiais, que deveriam receber um apoio educacional diferenciado devido às diferentes necessidades. Um exemplo disso, são os alunos das casas (abrigos) que devido à violência e/ou abandono familiar são, por questão de segurança, retirados da família. Alguns retornam quando a condição melhora ou são adotados, mas alguns não conseguem isso. Entre eles, há alguns que chegam a escola e a casa em situações de tanto estresse que é muito difícil lidar com eles.

Por outro lado, há os chamados alunos de AH (Altas Habilidades) que antigamente eram conhecidos como Superdotados. Primeiro, eles precisam ser diagnosticados e acompanhados. Existe muito preconceito, então a maioria acha que portadores de AH fazem tudo sozinhos e futuramente darão muito lucro para seus familiares. Puro mito!

Um dia, eu fiquei conversando com o professor responsável pela Inclusão na escola e fiquei perguntando sobre os laudos, pois temos alunos que notavelmente tem alguma necessidade, mas não tem laudo e como poderia proceder para ele ter um laudo ou algum atendimento diferenciado (isso auxilia até em casos de aposentadoria especial). A resposta foi surpreendente: a escola pública não pode pedir um laudo por escrito, na verdade a escola tem que convencer o responsável que aquela criança precisa de ir a um psicólogo ou médico. Se a família reconhece o problema, tem conhecimento e condições financeiras, ela dá o devido acompanhamento. Caso contrário, a criança fica “abandonada”, e somos obrigados a aprová-la, pois ela vai se tornando velha naquele meio.

Eu acredito que deveria ter clínica pública com médicos, psicólogos, enfermeiros e assistentes sociais especializados nessas “necessidades especiais educacionais” para o acompanhamento desses alunos. Como isso não existe, eu faço muito esforço para aprovar a maioria, pois eu acho injusto ser mais injusto com aquele que foi muito injustiçado. 😇

Esses são alguns dos inúmeros problemas do ambiente escolar. E, repetindo, diante de tantos transtornos alguém resolveu discutir sobre “Escola Sem Partido”. Tem até sites com o tema “Não deixe que um professor comunista adote seu filho”. Arghhhhhhhh! 

Eu tento ser imparcial no meu dia a dia, mas tenho de admito que não é fácil. Sou um ser humano tenho refletido, como um espelho, diversas situações. E as pessoas pedem a minha opinião o tempo todo. Robotizar o professor não vai mudar a educação. Professor precisa de boas condições de trabalho.

Isso é só para refletir!

Tudo de bom a todos.

Tchau,


Carla

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Chá de casca de abacaxi e gengibre

Olá,

Estou um pouco mais em casa e já compartilhei que gosto de chás.

Durante muito tempo não conseguia comer abacaxi, pois me provocava mal estar. Mas eu me esforcei e hoje como normalmente. Praticamente todos os dias, é um dos ingredientes do meu jantar. Acho o cheiro maravilhoso. 

Já tinha experimentado chá de casca de abacaxi, mas associei o uso a dieta... é que a pessoa que me ofereceu o chá estava de dieta. 😊

Eu gostei, procurei mais informações e com outros ingredientes.

Muitas pessoas do mundo fitness usam, pois acreditam que o chá tem efeito diurético, ou seja, aumento o fluxo de urina. 

Na internet tem várias receitas, mas eu vou no "olhômetro" mesmo (coloco os ingredientes na ordem e quantidade que eu desejo). 

Ingredientes:

1- Casca de abacaxi
2- pedaços de gengibre
3- açúcar (opcional) - eu uso adoçante estévia - marca Stevita
4- canela (opcional)
5- cravo da Índia (opcional)
6- cascas de maçã (opcional)
7- folhas de hortelã (opcional)


Fervi durante uns 10-15 minutos (casca de abacaxi, gengibre, cravo e canela). Estava tão cansada que não queria sujar outra vasilha, então coei o chá direto na xícara já com adoçante. Nunca escrevi coei na minha vida, fui até conferir no Google!
1º xicara: chá casca de abacaxi e gengibre
2º xícara: chá casca de abacaxi, gengibre, canela e cravo.

Com ou sem dieta e academia: recomendo demais.

Delícia!

Tchau,

Carla

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Chás Tribal Brasil

Olá,

Eu gosto muito de chá. Para apreciadores, como eu, é bom encontrar chás de sabores e cores diferentes.


É muito desagradável chegar na prateleira de um supermercado e ver somente chás de plantas estrangeiras: Erva Doce (Europa), Laranja (Ásia), Canela (Ásia), Chá Verde (Ásia), Camomila (Europa)... Não quero dizer que não gosto, mas acho que devia ter mais produtos de origem nacional ou pelo menos das Américas.

Eu já conhecia a marca Tribal Brasil por causa da Feira Nacional de Artesanato que acontece todo ano no Expominas. Eles expõem com chás e biscoitos mais naturais.

Decidi comprar os chás deles no site Tribal Brasil:

A embalagem de cada sachê é de papel. Original. Dei alguns de presentes para meus colegas de trabalho.

1) Capim Limão, Melissa e Maracujá - 15 sachês

2) Erva Mate Chai com especiarias - 15 sachês

3) Erva Mate Vanilla Peach - 15 sachês

4) Açaí & Guaraná - 15 sachês



A prensagem do sachê não é tão boa, então vaza um pouco. Mas isso não atrapalhou o sabor. Aqueceu meu inverno e ajuda a dormir bem (maracujá, melissa, camomila).

Opinião: Eu gostei de todos os chás, principalmente do Açaí & Guaraná. A qualidade da prensagem deles, não é tão boa quanto a de marca mais tradicionais do mercado como o Mate Leão, mas o sabor é tão diferente que vale a pena. A maioria deles contém mate tostado como ingrediente também. Além disso, algumas ervas são orgânicas, isto é, cultivadas sem o uso de agrotóxicos. Para quem não sabe o maracujá, açaí, guaraná e mate são plantas do Brasil, e a baunilha é uma planta da América Central e México. Se você adoçar com Stévia, vai ficar mais nacional ainda, pois a stévia é nativa da América do Sul (Brasil e Paraguai). Eu estou usando a stévia (marca Stevita) e cacau em pó (compro em mercado naturais) para dar gosto a minha pasta de amendoim, pois eu acho desagradável aquela pasta de amendoim pura... parece cocô de bebê.


Cocô de bebê não!!! 
Para quem fez o ENEM 2017, os chás ajudam a recuperar os ânimos após o choque do nível das provas. Aliás, acertar o tema da redação vai dar premiação um dia...


Tudo de bom,

Carla

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Filmes que recomendo

Olá,

Como a maioria dos brasileiros eu sou pobre... uma nerd pobre. 

Como pobre a gente sente a diferença quando vai a outros lugares, não é? O tratamento nunca é igual, principalmente quando você tem cor na pele.

Eu não pude aproveitar dos inúmeros benefícios (depende do ponto de vista... é um monte de pobre quase se matando para entrar na federal 😱 😂) que o governo do Lula/Dilma trouxe para a sociedade, mas vi como ajudou a muitos.

Eu sei que alguns chegaram muito desorganizados (muitos dos meus colegas odeiam o bolsa escola), mas era urgente. Ainda estamos muito longe do ideal.

Criei o meu blog com o intuito de compartilhar conhecimentos com pessoas mais simples, é uma forma de agradecimento pelos cinco anos na universidade pública. Tiram um pouco do bolso de cada um para manter o que é público, então só tenho a agradecer. Gostaria de ficar mais tempo na universidade. Quando puder, eu pretendo retornar. 

É que sou meio especial: frequento psicóloga desde os meus 18 anos (é muito difícil focar, tem muita coisa legal nesse mundo para se ver) e tomo medicamento para controlar a ansiedade. 

Eu sei que as coisas não deram muito certo, mas não podemos desistir de construir uma nação melhor e mais justo para todos.

Eu gosto de ver filmes brasileiros, mas é difícil de arrumar companhia. Meu irmão, por exemplo, se não tiver alta tecnologia no filme (3D, robôs, etc) ele não assiste de jeito nenhum. Então, eu fico esperando sair na locadora ou na internet. Recomendo alguns:

Esse filme eu consegui levar minha família toda no cinema: Lula, o filho do Brasil.



Esse também é legal: Histórias Cruzadas. O banheiro que a patroa faz para empregadas, é igual o banheiro dos professores onde eu trabalho! 😂



A Vênus Negra é mais sobre o racismo científico.



Tempos Modernos, do Chaplin:



O desfile da Victoria's Secret (só o desfile mesmo e pela net 💸). Expulsaram as gordas (ahhh?????) e colocaram a belíssima Laís Ribeiro. Às vezes, eu gosto de assistir porque eles variam o padrão de beleza e a Laís representa muito um tom de pele mais nacional. Ela deixou o sutiã mais bonito.



Quando a minha opinião política... eu prefiro não opinar. Mas eu acho que vocês deviam pensar melhor sobre governantes homens ou mulheres que tem desprezo pela presença feminina, porque o Brasil está muito machista e racista. 

Tudo de bom,

Carla