segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Intolerância religiosa e mulheres

Olá,

Fui criada dentro do catolicismo . Já fui a outros templos religiosos a convite de algumas amigas, como Casa Espírita Kardecista, Centro Budista e Igreja Evangélica (Presbiteriana e Batista) e gostei. Mas eu gosto do catolicismo. 

Um dia na aula de ensino religioso a professora falou que Jesus era Deus e eu desmenti ela na sala dizendo que ela não havia lido a Bíblia direito, que Jesus era filho de Deus. Ela fez XIIIIII para mim. Eu fiquei com raiva.

Eu respeito as outras religiões e me identifico com algumas coisas que elas falam e praticam. Tenho de admitir que religiões que praticam rituais com morte me dá um certo receio, mas quem sou eu para julgar já que matamos tanto para nos alimentar, vestir ou por pura diversão. 🐮

Algumas pessoas não toleram a fé e os modos de um outro povo e o alvo desse preconceito acaba sendo mulheres e crianças. Não conheço todas as religiões do mundo, mas algumas que já li a respeito alertam sobre o respeito ao próximo e de o homem ter sido criado a semelhança de Deus, o que não justificaria tanto ódio já que estaríamos todos com um pouco de Deus dentro de nós.  

Enfim, eu não entendo muito sobre coisas que acontecem no Oriente e procurei informações sobre o Estado Islâmico e achei um documentário que me deixou assustada. Primeiro, eu não sabia que os persas ainda existiam e achei que o Zoroatrismo fosse uma religião morta. 😕 

Nós brasileiros nos sentimos muito incomodados quando acham queBrasil e Argentina  são mesma coisa. Tudo ignorância. Mas não somos perfeitos e eu estava cometendo esse mesmo erro com o Oriente. 

A todo momento percebe-se que as mulheres e crianças são muito humilhadas. Muito triste isso. O mesmo acontece no Brasil com pessoas praticantes de religiões de matrizes indígenas e afrodescendentes. Muito preconceito, perseguições, apedrejamentos e outros tipos de agressões.

Esses são os documentários que eu recomendo, espero que vocês gostem. Para quem é mais sensível, o terceiro vídeo tem o apedrejamento de uma mulher que alegam ser adúltera, mas não tem testemunha ou prova contra ela. É horrível. Para o Estado Islâmico, pessoas que praticam outras fés como os Yazidis (mistura de zoroatrismo e outras crenças) são adoradores do Diabo. Os cristãos também são adoradores do Diabo, de acordo com eles: construímos estátuas e adoramos santos. Além das moças Yazidis serem sequestradas e abusadas, elas sofrem preconceito da povo ao conseguirem fugir. Então, o povo delas decidiu mudar e fazer o chamado ritual de purificação para elas retornam e não sofrerem preconceito. A reportagem da Revista Marie Claire tem mais informações: Ritual de Purificação. Por causa disso, eu parei de abastecer meu carro na Shell, eu fico pensando no que acontece na Síria (está mais explicado no vídeo 2). 
























Devemos todos nos respeitar. Respeita ao outro é respeitar a si mesmo. 

Eu também fico com raiva e estou aprendendo falar :"Vá chupar manga!"

Pratique sua fé! ☯☨☥☪

Tudo de bom e uma boa semana.

Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário