quinta-feira, 21 de julho de 2016

Síndrome do ovário policístico

Olá,

Fui ao médico conversar sobre a decisão de parar com o medicamento Diclin. Ele me recomendou muitos exames (check up) e, como não tenho filhos, que eu não parasse com a pílula.

E fiquei chateada sobre não mencionar nada sobre a alimentação. Se eu estou comendo muito açúcar ou não, não faz diferença, porque eu tomo a pílula contra a Sop. A pílula tem um poder milagroso, quase Matrix:


É muito estranho isso. Principalmente em sites, quando você vê recomendações complementares para Reino Unido, Estados Unidos e Austrália.  

Como somos fechados! Ainda somos antigos e arcaicos.

Eu gosto de crianças. Eu gosto de bebê. Eu não tenho medo de não ter filhos. Mas eu tenho medo de ser infértil.

Você é uma produtora de ovos. E sua vida vai terminar aos 40 anos. E partir dali será a contagem regressiva para o fim.

Decidi pesquisar mais antes da decisão de parar de tomar a pílula. Assim eu vou me sentir mais segura. É um pouco difícil fazer as coisas sem apoio nacional.

Tchau,

Carla