domingo, 3 de julho de 2016

Mungunzá nordestino

Olá,

Junho e Julho são meses de festas no Brasil. E muitas comidas típicas.

Nessa época eu como canjica e sempre achei que mungunzá fosse o nome nordestino para a canjica do sudeste.

Mas são comidas diferentes, eu ia fazer os dois e mostrar a diferença. Mas estou com receio de não ter tempo de fazer o post completo, pois era para ser feito em junho, passou para julho e daqui há pouco chegaremos em agosto. E o post vai perder o sentido.

Mungunzá ou munguzá - é uma sobremesa feito de grãos de milho da canjica (no nordeste é feito com os grãos amarelos). O milho é planta nativas das Américas, mas esta sobremesa recebe o nome vindo das negras africanas que cozinhavam. O nome mungunzá vem do termo mu’kunza, que em português se traduz por «milho cozido». O mungunzá é consumido o ano inteiro, mas eu nunca comi. É a primeira vez. 




Eu coloquei muito coco.

Tem opção de mungunzá doce e salgado.

Misturei açúcar de coco com adoçante para você não ter diabetes no futuro.

Ingredientes:

250 gramas de milho para mungunzá;
1 litro de leite de coco;
1 canela em pau;
5 cravos da Índia;
1/2 xícara de açúcar de coco e 1/2 xícara de adoçante (deguste antes, para saber se ficou muito ou pouco doce);
2 colheres de sopa de proteína vegetal (soja, ervilha ou arroz) - opcional;
50 gramas de coco ralado;
1 pitada de sal

Modo de preparo:

Deixe o milho em água por no mínimo 6 horas. Cozinhe em panela por 15 minutos ou até perceber que amoleceu os grãos. Descarte a água do milho cozido. Misture a proteína vegetal com o leite de coco. Adicione o leite de coco com proteína, especiarias, açúcar, adoçante, pitada de sal e o coco ralado na panela e deixe ferver por 15 minutos. 

Eu não fui muito fiel a receita e coloquei coco demais. Eu gostei, só achei o milho amarelo mais duro que o milho branco (para canjica). Se não cozinhar separado, pode ser o milho fique indigesto.

Se eu fizer a canjica do sudeste, eu atualizo.

Bom forró e festa junina/julina a todos:



---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Atualização (19/07/2016)

Eu fiz a canjica com leite de cará (inhame), coco e adoçante para perceber como iria ficar o sabor. Leite de coco artesanal é mais saudável que o industrial, mas demora para ficar pronto.

Não ficou ruim, mas não ficou tão bom. Leite de cará (inhame) é uma forma de evitar lactose e o leite de coco industrial (presença de metabissulfito de potássio).



(21/07/2016)

Fiz o leite de cará (inhame) misturado com leite de coco e um pouco da própria canjica cozida. Triturei tudo no liquidificador. Adicionei o coco ralado e amendoim torrado moído. O gosto ficou mais agradável. Usei adoçante.



Tchau,

Carla