terça-feira, 24 de maio de 2016

Compartilhando a história do mixer

Olá,

Às vezes, compartilhando a gente ajuda mais:


"Muito se mostra sobre a importância da reciclagem de produtos. Mas não se fala sobre o conserto deles.


Em algumas receitas culinárias e cosméticas usamos um eletrodoméstico: o mixer (misturador).

O mixer Oester foi comprado em janeiro de 2015. Ele tinha um ano de garantia.



O mixer foi adquirido no valor de R$77,90 na Loja Extra.
Em abril de 2016, ele teve problemas e parou de funcionar.

No site da empresa Oester há uma seção para contatar as Assistências Técnicas autorizadas. A Assistência Técnica Smirna foi escolhida para orçamento:


Para conserto, terá a troca do motor no valor de R$110,00.

O preço para conserto é maior que o preço de compra (valores 2015). O preço atual do produto é de R$66,40:



A Assistência Técnica Smirna foi contatada para saber se eles direcionam os produtos que não são consertados para alguma empresa de reciclagem:



As regras do mercado atual faz com que os produtos não sejam consertados, mas sim descartados, gerando muito lixo tóxico. 

A culpa do excesso de lixo está sendo direcionada ao consumidor final que não tem outra alternativa que comprar novamente.

Sabe-se que uma parcela do lixo europeu de eletrônicos é enviado para a África, mas precisamente Ghana. Uma nova lei européia incentivará maior reciclagem dentro dos países europeus. Clique e leia mais


Devemos exigir maior responsabilidade ambiental por parte das empresas produtoras."

Em Belo Horizonte a empresa BHRecicla diz que é só entrar em contato com o site que eles buscam gratuitamente.

A Boticário é uma das poucas que trabalha com reciclagem das suas embalagens.


Tchau,

Carla

Nenhum comentário:

Postar um comentário