sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Brasil é 'campeão' em mau comportamento na aula

"Brasil é 'campeão' em mau comportamento na aula, indica pesquisa da OCDE."

Olá,

É muito sem graça ler uma notícia assim do Brasil. Mas as causas são bem óbvias:

1 - A luta dos professores e sociedades neste momento tinha que ser a redução da quantidade de alunos por sala. 

Salas lotadas
Salas muito cheias geram cansaço (voz, corpo e mente) e adoecem tanto alunos quanto professores. Greve é algo muito sério e cansativo para ficar como brincadeira anual. Repor aula é ruim. A pauta principal deveria ser a redução de alunos por sala. 

2 - A aulas e salas tinham que levar em consideração a individualidade desses alunos. 
Vocês misturam e juntam demais. Vira o caos. Mesmo que a criança e o adolescente tenha algum talento específico, no meio daquela bagunça não tem como desabrochar. Isso acaba gerando muito preconceito.

Quando trabalhava com Educação de Jovens e Adultos (EJA) os alunos tinham questionários sócio-econômicos para responder. E era engraçado ler o que eles escreviam, pois mentiam para não serem discriminados. Por exemplo, a maioria alegava serem católicos, mas nós sabíamos que a maioria eram praticantes de outras religiões. Nós professores não comentávamos nada, por gentileza e para evitar futuros problemas para eles. 

3 - Brasil ainda é muito violento. Pessoas tratadas com violência vão ter dificuldade para se concentrar e cumprir regras.


4 - Salas ambientadas ajudam a se ligar ao tema/disciplina.

Sala ambiente de Geografia.

Laboratório de Ciências não é lugar para passear e muito menos para bagunça. Todo laboratório precisa de um técnico responsável.

5 - Quando você tiver oportunidade, leia Casa Grande & Senzala. Os grupos étnicos tem comportamentos diferentes... um católico se comporta diferente de um mulçumano... uma japonesa tem comportamento diferente da brasileira...

Tchau,

Carla