sexta-feira, 29 de maio de 2015

Empreendedorismo

Olá,

Estava assistindo ao jornal na televisão ontem e vi uma reportagem falando sobre a queda do PIB nacional. Isso significa: aumento de inflação, pessoas perdendo emprego  e comprando menos, etc. 

Lembrei da minha tia (não é a da fritadeira elétrica), pois ela passou algo parecido por um período.

Economia brasileira

Minha tia trabalhava em uma grande empresa na região metropolitana de Belo Horizonte.

Mas um dia ela foi despedida! A empresa foi comprada por outra empresa norte americana que tinha sede em Itu/SP, mas ela não podia mudar para lá por causa da vida pessoal. Então, ela perdeu o emprego.


Ela decidiu mudar a vida dela da posição de: (des) empregada para (micro) empresária.



Assisto aos programas de empreendedorismo e sempre mostra uma pessoa que formaliza os negócios e vende produtos sem sair de casa.




Sempre achava estranho algumas lojas virtuais revenderem produtos comprados nos EUA ou na China, ao invés de vender algo produzido no Brasil. Algumas coisas realmente você não vê no mercado nacional, mas outros produtos são fáceis de encontrar aqui.


Mas vendo as dificuldades de minha tia, eu percebi como é difícil e como muitos preferem ser informais, pois a formalidade é impossível ou caro demais.

As coisas não são tão fáceis como é mostrado na televisão. Você esbarra nas legislações que dificultam muito.
Formalizando-se, o empresário terá o CNPJ, que viabiliza parcerias com outras empresas, proporcionando o crescimento da empresa.
Por exemplo, para se quer ter uma loja virtual você tem que pesquisar a legislação municipal e saber se ela obriga você a ter um estabelecimento específico para o funcionamento dela. Ou seja, nem tudo dá para fazer na residência do empreendedor como é mostrado nos programas de televisão.


Tem um projeto de lei em tramitação que a pessoa poderá usar o endereço residencial como endereço da loja virtual para o microempreendedor, mas este projeto "está quase virando lei" há 4 anos.
Minha tia ficou fascinada com a venda de cosméticos.
Minha tia, mesmo sendo muito habilidosa na área de negócios, não conseguiu sucesso naquele momento. Mas ela não desistiu, tem planos para o futuro.

Quem sabe dessa vez ela acerta?!


Tchau,

Carla 

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Pastilhas Valda Classic

Olá,

As alterações do clima me afetam muito. Estou um pouco doente. Detesto ficar doente, pois me sinto dependente.

Nós, gatinhas, somos sempre independentes e sabemos combater todos os tipos de vilões, inclusive os da gripe.



Eu uso as pastilhas VALDA para auxiliar contra a congestão nasal, principalmente à noite.

PASTILHAS VALDA CLASSIC - 12 g




Ingredientes: mentol; eucaliptol; timol; açúcar; xarope de glicose; goma acácia; aromatizantes; umectante: glicerina; corantes naturais: cúrcuma e clorofila. NÃO CONTÉM GLÚTEN.

A maioria das pastilhas de menta tem gelatina (produto de origem animal), esta pastilha contém a goma arábica, resina extraída de plantas chamadas de acácia. Não sei dizer se a glicerina que eles usam tem origem animal, porque no mercado tem tanta glicerina de origem vegetal. Veganismo é algo novo no Brasil e muitas empresas ainda não conhecem.

Acácia é o nome de duas espécies de plantas africanas de onde se retira a resina ou goma arábica. 
Como eu não estava bem, eu comprei o primeiro que vi na frente, mas a VALDA tem outros produtos e em versão DIET (sem açúcar) como chicletes (feito de goma base, leia mais) e pastilhas com fibras.

Tudo de bom a vocês,

Carla

sábado, 23 de maio de 2015

Mini dicionário Espanhol - Martins Fontes

Olá,

Eu sou cheia de histórias para contar.

Uma vez estava conversando com um colega de trabalho e ele falou que conheceu uma moça canadense muito bonita. Ela queria muito paquerar com ela. Então, ele falou:

"I am your pretend!"

Pretend parece que significa pretendente, mas significa fingir.

Muitas estrangeiras são muito bonitas.
A irmã desse mesmo rapaz foi passear pela Espanha. Ela começou a passar muito mal e precisava de ajuda. Então ela perguntou:

"Where is the farm?"

Farm parece que significa farmácia, mas significa fazenda.


Eu faço muita confusão. Eu erro muito a entonação das palavras (eu erro em português também), mas eu admito isso para mim, alego para os outros que estou sempre aprendendo... e esquecendo (se o uso não é diário, eu esqueço).

Sabe aquele livro que as pessoas falam que é o "livro de cabeceira"? Pois é, para mim é o dicionário, até para ler a Bíblia eu preciso do dicionário.

Eu tenho dois dicionários: um inglês e um português.

Decidi comprar outro: espanhol.

Mini dicionário Espanhol-Português.

Você sabia que baralho é baraja


Recomendo sempre as pessoas usarem dicionários e levarem em viagens... até para dar uma “cantada perfeita”. O Google Tradutor também ajuda, mas aí você precisará do sinal da internet.

Além do dicionário, é bom ter uma boa companhia ou se não tiver: vá sozinho. Eu tenho um colega que tinha um sonho de conhecer o Beto Carrero e a Disney, ele já tem uns 30 anos. Ele decidiu ir para a Disney e convidou à namorada.


Mas para esta viagem a namorada dele decidiu convidar outras pessoas da família dela. O passeio que era para realizar o sonho dele, ficou chato demais... ele passou uns 15 dias com a família dela... nem conseguiu ir nos brinquedos que ele tinha escolhido... quando ele retornou digamos que ele estava “subindo pelas paredes”... sabe como é?

Subindo pelas paredes... beliscando azulejo... matando formiga a grito...
Dependendo de onde você for e da companhia: vá sozinho (a).

Vantagens de viajar sozinho.
Tchau,


Carla

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Chá verde - Leão

Olá,

Estou me sentindo muito cansada estes dias.

Sabe aquele efeito do cansaço e estresse: "difícil demais para acorda" e "não consigo pegar no sono"?

Estresse é isso: à noite demoramos a dormir...
...e acordar fica difícil!
Pensei que o cansaço estava relacionado às temperaturas que caíram, problemas de adaptação. Mas não é só isto, estou cansada e irritada.

Faço a mesma cara quando desligo o despertador para mais 5 minutinhos e percebo que passou 1 hora.
Eu gosto muito de ler e vi uma revista no supermercado que fala sobre alimentos contra a fadiga/cansaço.
Ainda não terminei de ler. É que eu leio e tento fazer as coisas. Nem sempre dá certo. Quando era adolescente fui fazer penteado especial que tinha nessas revistas de adolescentes e, na escola, meus colegas ficaram rindo de mim. Vergonha!

Resolvi seguir uma das dicas da revista: trocar o café pelo chá verde.

Na revista e em várias sites, o café e o chá verde são considerados estimulantes. Mas o café tem o efeito colateral de irritabilidade e nervosismo em pessoas sensíveis.

O chá verde teria o efeito estimulante, mas sem efeito colateral.

O chá verde é o nome popular da infusão das folhas da planta Camellia sinensis. É uma planta nativa da Índia e China.

Muito usada pelos orientais, o seu consumo se espalhou pelo mundo

Camellia sinensis

Camellia sinensis

Camellia sinensis

Da planta Camellia sinensis pode se fazer os chás:

1- Chá branco : não fermentado, produzido das mais tenras folhas, mais raro e caro;
2- Chá verde :levemente fermentado; 
3- Chá oolong :com fermentação mediana, basicamente ficando entre o chá verde e o preto, mas com características gustativas geralmente mais a cerca do chá verde;
4- Chá preto :bem fermentado e forte.

Existem vários mitos a respeito do chá verde, então o Conselho Inglês do Chá fez uma cartilha para tirar dúvidas. Leia mais.


Vou experimentar durante uma semana para ver se os sintomas melhoram. Eu não sei descrever sabores, mas chá verde tem gosto de chá verde. Alguns falam que tem gosto de mato.
Alimentação balanceada também ajuda contra o cansaço. Coma muito lentilha, feijão e couve que são ricos em ferro

Tchau,

Carla

domingo, 17 de maio de 2015

Fotografia de viagem (série Guia de campo) - Michael Freeman

Olá,

Ultimamente eu tenho achado a minha vida muito chata. Então, eu fico procurando coisas divertidas para fazer

Mundo em crise é isso, precisamos de equipamentos, mas onde está o dinheiro... oh vida chata!


Eu falei que o nosso universo é mais bonito que o das celebridades e enjoei.

Nosso universo!
Decidi ler um livro. Consegui  o livro Fotografia de Viagem - Guia de Campo. Michael Freeman, autor do livro, é um fotógrafo britânico que se especializou em viagens, arquitetura e arte asiática. Já trabalhou para a National Geographic.

Série Guia de Campo: Fotografia de Viagem

Eu gostei do livro. Dá várias dicas (uso da luz, cuidados com equipamentos, etc) para você fotografar sua viagem com capricho.


Algumas dicas do livro.



Dependendo da sua viagem é bom ter um GPS ou bússola. 
O livro dá algumas dicas importantes como o planejamento e equipamentos da viagem e fotografia, mas não aborda muito sobre segurança (do equipamento e sua). 

É bom você está atento ao clima. Um colega foi acampar na Serra do Cipó e choveu, choveu, choveu, choveu, choveu, choveu... 

Cachoeira, Serra do Cipó.

Caso você viaje sozinho, é bom você avisar os seus familiares. Em caso extremo, eu recomendo você avisar os seus amigos. 

Uma vez eu viajei pelo sul do Brasil, mas eu falei o roteiro da minha viagem. Só que eu não imaginei que a minha família fosse vasculhar os endereços no Google. O problema é que meus familiares acharam que uma das cidades pertencia a outro país. E eu não falei que ia para outro país... mas eu não ia mesmo. 

São Miguel das Missões/RS
Um colega fez uma travessia a pé pelos Lençóis Maranhenses durante vários dias e sozinho. Ele contou para a família que iria para a praia tomar água de coco com os amigos. Neste caso, eu recomendo você comprar um GPS e avisar seus amigos. Mas avisa para eles não entrarem em contato com sua família... só em caso de necessidade... cuidado para as respostas dadas a perguntas repetitivas que de certa forma rodeiam algo...

Lençóis Maranhenses.
Tchau,

Carla

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Conjunto de facas - Tramontina

Olá,

Com a comida vegetariana, estou aprendendo muito sobre cozinha. Um pouco desastrada... mas estou aprendendo...

Sou desastrada.
Precisava de um conjunto de facas. Decidi usar a internet a meu favor e fui pesquisar sobre facas antes de comprar, pois eu já comprei duas facas que não gostei: 

1) uma de aço carbono (afia fácil, mas enferruja); e outra de 

O cuteleiro Ivan diz que devemos passar óleo na faca. Nunca vou fazer isso.
2) cerâmica (quebra fácil e não dá para afiar). Antes de assistir ao vídeo, eu não gostava dessa faca. Agora eu uso para cortar tomate, cebola e limão.  porcelana (errei ao escrever, que confusão!) 

Faca de cerâmica.

Assista ao vídeo, ajuda muito a entender sobre facas:


Para os entendidos aqui tem a anatomia das facas:

Anatomia das facas




É um conjunto de 4 facas em lâmina em aço inox, cabos em polipropileno, resistentes à máquina de lavar e fabricado no Brasil.

Conjunto de facas: 

Tamanho de 3": faca para legumes;



Tamanho de 5": faca multiuso;



Tamanho de 5": faca para tomate;



Tamanho de 6": faca para cozinha.



Opinião: Eu gostei muito. A faca para tomate pode ser usada para cortar limão também. Mas caso você queira comprar eu recomendo outro conjunto (acho mais completo que o meu):

Esse conjunto acompanha a tesoura, muito útil na cozinha. Vende em várias lojas.

Cuidado com o manuseio de facas:


"Está chovendo canivetes" é só para o mundo das palavras.

Na cidade de Carlos Barbosa, Rio Grande do Sul, dá para visitar e comprar produtos Tramontina.
Tchau,

Carla