segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Cultivando bons hábitos

Olá,

Tivemos a Copa do Mundo no Brasil e comentei no meu blog que nós brasileiros estamos aprendendo (muito lentamente) com estrangeiros. Eu acredito que eles aprendem algo conosco também.
Japoneses limpam estádio de futebol durante a Copa do Mundo no Brasil.

Devido má distribuição de renda gerou-se no Brasil problemas como violência urbana, desemprego, inflação, baixa educação escolar, corrupção, etc.

Má distribuição de renda.

Muitos brasileiros não tiveram acesso à educação escolar no tempo certo por diversos motivos (distância, ausência da escola na cidade, etc).
Desde a queda da ditadura, a educação pública tem sido moldada para atender a todos, sem discriminação por cor, religião, raça... Leia mais em: Educação, mais uma vítima do regime militar no Brasil

Isso tem sido feito aos poucos, de forma a ampliar o acesso desde a fase infantil até aos cursos de pós graduação.


Todos pela Educação.



A foto mostra a inclusão; pertence a um blog de educação infantil.

Como são crianças e adolescentes que tem sua origem em famílias que estão há muitos gerações excluídas da educação escolar, saúde, emprego, etc, eles são muito indisciplinados, barulhentos, grosseiros e não escutam.
Trabalhando nas eleições e em reuniões de pais dá para perceber e ver essas “gerações excluídas e seus hábitos”...

Sou mesário voluntário.

Eu trabalhei nas eleições como mesário e as pessoas me perguntavam ao término das votações:
Colegas Mesários: Por que você está arrumando as mesas e cadeiras?
Eu respondi: Porque as funcionárias deste local deixaram tudo limpo e arrumado, então é justo deixar limpo e arrumado para elas.
Colegas Mesários: Mas as funcionárias não terão no que trabalhar amanhã. Elas vão ficar a toa?
Eles entendem dessa forma, então os lugares são muito sujos. Eu sempre converso com as pessoas sobre não jogar sujeira no chão. Mas eles sempre me alegam “temos de dar trabalho para os varredores e lixeiros”. Será que só os japoneses são comportados?


Sujeira durante e após as eleições de 2014.
Através da educação e campanhas se consegue evitar e erradicar hábitos “ignorantes”. Existem vários hábitos “ignorantes” distribuídos na sociedade mundial.
Um dia estava vendo uma reportagem falando sobre um hábito chinês de “diminuição do tamanho dos pés” com uso de sapatos de faixas. As mulheres que praticavam este ato ficavam com os pés pequenos, deformados e com muitas dores. A ONU e a OMS fizeram campanhas até a erradicação deste mau hábito. Hoje acredita-se que o conto da Cinderela seja um conto chinês, por causa do cultivo aos sapatos e pés pequenos.



Antigo hábito cultural chinês.


Antigo hábito cultural chinês.


Antigo hábito cultural chinês.

No meu blog citei sobre o caso da Waris Dirie, modelo que nasceu na Somália que teve a vagina mutilada, um mau hábito de algumas regiões da África. Hoje existem muitas campanhas contra o racismo, abuso sexual, violência doméstica, corrupção, visto que são considerados maus hábitos e crimes, já que destroem uma ou mais vidas.


Sociedade justa + educação escolar + família saudável = bons cidadãos.
A geração que atualmente eu atendo como professora na escola pública fica satisfeita por saber “ler e escrever”, mas uma minoria se destaca. Acredito que as próximas gerações serão melhores. 
Peço que pensem bem na hora de votar, pois é muito importante para nossa nação. Cuidado para não ter a crise do sapateado. ;-)
Espero que nos ajudem,
Abraços,
Carla