segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Antepasto e Geleia – Chef Mineirim

Olá,

No post anterior contei a vocês que fiz um curso de culinária natural. O curso durou um dia, mas eu gostei muito. O professor Daniel, muito simpático, falou muito sobre a importância da combinação dos alimentos e como eles fortalecem o corpo contra as doenças.

Nas férias eu gosto de cozinhar um pouco, aprender coisas novas e comer com calma. Durante o período de trabalho eu não como, eu engulo. É muita correria e não dá tempo para muita coisa. Horrível.

Os tipos de pães disponíveis em supermercados tem conservantes e estragam fácil. 
Então nessas férias eu resolvi mudar um pouco meu café da manhã. Já contei a vocês que estou tomando suco verde em jejum (como o liquidificador é antigo, eu tenho que peneira para conseguir beber).


Esse é o melhor liquidificador, mas é caro.
Como lanche, eu aprendi a fazer tapioca. Sempre gostei da tapioca, mas nunca soube fazer. Na verdade é fácil, o problema é que eu sempre comprava a farinha de mandioca errada. A tapioca é um alimento típico do Nordeste brasileiro.

O blog da Gourmandisebrasil ensina como fazer uma tapioca.

Eu hiberno, acordo, tomo suco verde, faço tapioca, pratico yoga, leio um livro, sou preguiçosa,... férias!

Eu fazendo tapioca. 

Virando...

Eu gosto dela salgada, mas tapioca doce também é bom.

Eu gosto de rechear a tapioca com margarina ou geleia.

Quando fui a FEIRA NACIONAL DE ARTESANATO, eu comprei uma geleia de buriti da marca CHEF MINEIRIM. O gosto é um pouco azedo. A poupa de buriti é famoso pela presença de beta caroteno.

GELEIA DE BURITI – 50 g



Ingredientes: buriti, açúcar e pectina. LIVRE DE GLÚTEN.
Outro produto da marca CHEF MINEIRIM que eu comprei foi o antepasto de jiló. Eu adoro antepasto, mas não é vantajoso fazer uma quantidade de antepasto e comer tudo. Eu não consigo comer tudo. Na minha casa só eu gosto de antepasto.

ANTEPASTO DE JILÓ – 250 g

Ingredientes: jiló, cenoura, pimentão, cebola, uva passa, alho, óleo de soja, azeite, vinagre, sal, açúcar, acidulante ácido cítrico INS330. LIVRE DE GLÚTEN.
No curso de culinária, o professor Daniel ensinou a fazer sorvete natural a base de banana congelada e castanha de caju. Como eu tinha o pacote de nibs de cacau cru ainda, resolvi fazer a receita usando o nibs.

O bom deste tipo de culinária que não existe um quantidade certa, desde que os alimentos combinem entre si.


Aparência do nibs de cacau cru.
Então a receita do curso era: bananas congeladas, castanhas de caju não torrada e sem sal, baunilha orgânica, nibs de cacau cru. A castanha de caju tem gorduras, não abuse.

Quando eu fui fazer o sorvete, eu não tinha a castanha não torrada e nem a baunilha orgânica.

Então a minha receita levou somente bananas congeladas, baunilha comum e nibs de cacau.

Congelei as bananas descascadas.
Não tenho baunilha orgânica, então usei esse. Não é o ideal, pois tem corante.

Adicionei aos poucos ao liquidificador as bananas, a essência de baunilha e o nibs de cacau. Tirei um pouco com a colher para vocês observarem o aspecto.
Olha como ficou:

Fiz as bolas com colher de sorvete. No site da Planeta Cacau tem várias receitas. 

Minha sobremesa.

Eu gostei muito, pois não tem muito açúcar e não me provocou mal estar.

Você pode variar a receita e bater no liquidificador: bananas congeladas, castanhas de caju não torrada e sem sal, baunilha orgânica, nibs de cacau cru e um pouco de poupa de acerola. Justificativa: a vitamina C (da acerola) e a vitamina E (a castanha de caju) atuam como antioxidantes.

As acerolas são ricas em vitamina C, só perdem em quantidade para o camu camu.

Acerola.
O melhor é que as bananas sejam congelada quando estiverem muito maduras, pois estarão mais doces. Assim você não precisará adicionar açúcar. Caso queira que o sorvete seja mais doce, você poderá adicionar no liquidificador: uvas passas brancas, açúcar mascavo ou melado.

Se você não quiser ou não gostar do nibs de cacau, pode substituir o nibs por chocolate amargo ralado.

Sorvete com banana e calda.
Eu detesto calda em sorvete, acho que a calda tira o gosto do sorvete. 

Pode fazer o creme de banana com cacau, mas por causa do calor eu prefiro sorvete.
O professor e doutor Alberto famoso por dar cursos de culinário natural.  

Férias também é tempo de ler e eu recomendo:


Adoro ler livros sobre relacionamentos.
Tchau,

Carla