sábado, 18 de janeiro de 2020

Educação, política e Paulo Freire

Olá,

Eu não estou em clima de ENEM, porque não fiz a prova. Mas estou vendo a confusão por causa da suspeita de erros na pontuação. 

Teve ainda a infeliz semelhança do discurso do ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, com uma citação de um membro do Partido Nazista, Joseph Goebbels

Muitos do governo de Jair Bolsonaro se declaram conservadores, e aqueles que possuem canais no Youtube detestam Paulo Freire.

Como educadora, não tem como sair imune diante de tantas ideologias, opiniões e ações sobre a Educação no Brasil.

E, por causa da biblioteca do meu trabalho, tive a oportunidade de ler um livro sobre Paulo Freire escrito por Celso de Rui Beisiegel para a Coleção Educadores lançada pelo MEC em 2010.

O autor, Celso, fez um resumo das ideias centrais de Paulo Freire. Para dar um opinião mais autêntica eu teria de ler todas as obras dele e de outros autores que o influenciaram. Então, a minha opinião é bem falha.

Mas uma coisa é certa: fiquei encantada!

Para ler Paulo Freire é necessário voltar no tempo, pensar nas realidades socioeconômicas que ele presenciava. Mesmo sendo um homem muito intelectual, ele se sensibilizou o suficiente para dedicar um método para ANALFABETOS ADULTOS TRABALHADORES

Como escrevi, a minha opinião é bem falha. Não sei se ele chegou a atuar na Educação Infantil, ainda não li nada a respeito. 

O adulto trabalhador tem uma bagagem histórico cultural que não pode ser desconsiderada quando se vai trabalhar junto a ele. 

A cultura desses trabalhadores, tão desprezada pelos intelectuais dessa época, me lembra a história da empresa O Boticário. A perfumaria da época da fundação da empresa - anos 70 a 80 - era dominada pelos perfumes franceses. O seu fundador, o farmacêutico Miguel Krigsner, começou a mistura ingredientes de forma a conseguir perfumes mais suaves e florais, que lembrassem mais o clima quente e florido do nosso país.

Cultura não é só escutar música clássica, ler livros recomendados ou ir a teatros. Vai além disso, até o preparo de uma determinada comida é algo cultural. E sabemos que em um país tão grande, a cultura será muito diversa. 

É fácil pensar isso tudo nos dias de hoje, quando temos a internet que permite assistir um vídeo feito no outro lado do mundo AO VIVO. 

A criança, por lei, deve frequentar uma escola onde aprende muitas coisas que serão úteis no seu dia a dia. Mas a criança frequenta, ela não vive na escola. Ela convive com a família, repleta de adultos trabalhadores e, às vezes, analfabetos. 

E se naquele ambiente de vivência ela não consegue, com a ajuda dos seus responsáveis, colocar em prática um aprendizado, ela não levará isso adiante. 

Paulo Freire fez algo nos anos 60 - com adultos trabalhadores analfabetos - pensando nos anos 2000 - com os futuros netos e bisnetos alfabetizados daqueles trabalhadores...

Nossa! Até o momento, Paulo Freire é o "cara". Mas admito: não li todas as obras escritas por ele e não tenho conhecimentos sobre as obras de Karl Marx
-------

Eu faço um curso de pós graduação a distância e o autor cita o tempo todo sobre uma cultura superior que muitos não possuem... e no momento eu estava escutando uma música do Almir Sater... será que músicas assim são consideradas culturalmente inferiores por esses intelectuais?
-------

O MEC liberou um e-mail para quem deseja a revisão das notas do ENEM 2019. ENEMZEIROS: Vai lá, faz aquela expressão do gato de botas e pedi uns pontinhos... 😘 



Tchau,

Carla

sábado, 4 de janeiro de 2020

Ainda é janeiro de 2020!

Olá,

Notícias chegam rápido, mas notícia ruim é algo surpreendentemente veloz. 

Primeiro: são os alertas de enchentes - em sua maioria, na mesma época e nos mesmos locais há anos - antes das águas do dilúvio fecharem o verão... o problema é só sujeira mesmo? 

Segundo: representantes importantes de vários países e ONGs compartilharam sobre os terríveis impactos ambientais que as queimadas na Floresta Amazônica têm gerado no planeta Terra, como se a Floresta Amazônica fosse o único bioma brasileiro. E o resto da América do Sul? E os outros biomas? Mais de 5.000 anos de evolução da humanidade para perceberam que só o desmatamento na Floresta Amazônica está destruindo a Terra. 😞 A Austrália está em chamas e cadê as pessoas esperneando? 

Terceiro: Nem sabia que existia um programa chamado Porta dos Fundos... talvez por causa da jornada de trabalho... nunca assisti - o Vai que cola! eu gostei. Um grupo de malucos autodeclarados monarquistas e defensores dos bons costumes da família promovem um ataque contra o programa televisivo e um integrante foge para a Rússia. Fiquei boquiaberta! Acredito que pessoas de bons costumes tentem dialogar para evitar agressões. Se existia algo ofensivo no programa, talvez o botão desligue do controle remoto seja mais eficaz... denunciar também ajuda. Rússia? A namorada do rapaz é russa? E Rússia ainda tem memória monarquista? 

Quarto: Os ditadores e alguns presidentes atuais parecem reis. Só falta coroa. Que glamour! Os ditadores, presidentes ou reis sem dinastia fazem algo meio anormal... na roça se fala que para subir morro/montanha se usa mula, burro ou bode, são mais resistentes. O escritor e médico Guimarães Rosa trabalhou usando mulinha para deslocamento. Cavalo, além de ser mais caro, não dá conta do serviço. Mas Kim Jon Un e Vladmir Putin usam cavalos. O do ditador... rei... sei lá... da Coreia do Norte parece que saiu do conto de fadas. Só faltou ter asas. Será que foi levado por helicóptero? Ou por mulas?



Quinto: O super executivo e ricaço Carlos Ghosn - só nasceu no Brasil, foi criado no Líbano e é de família libanesa - é suspeito de fraude fiscal (ocultação de renda e enriquecimento ilícito por meio de países do Oriente Médio) no Japão.   
Oriente Médio inclui vários países, entre eles o Líbano (país de Carlos Ghosn) e Irã.
Japão é aliado dos Estados Unidos. 
Estados Unidos atacou e matou o general do Irã. 
Irã é aliado do Líbano. 
Não especificam de qual(s) país(es) do Oriente Médio Carlos Ghosn recebia e enviava dinheiro.  

Por precaução, alguém passa uma fita adesiva na boca do Jair Bolsonaro! Por favor! 
E ainda são 04 de janeiro de 2020!

----
A minha terapeuta recomendou que eu assistisse o filme Closer - Perto Demais. Eu assisti e ao comentar, ela me perguntou se eu havia entendido a história. 

Será que eu não entendi? Eu não vou assistir de novo. 

Bom de assistir filme de ação, aventura e comédia é que não precisa se preocupar com isso. 

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Sustentabilidade, COP 25 e Greta

Olá,

Faz um bom tempo que gostaria de mostrar como tento praticar ações sustentáveis no dia a dia.

Já mostrei em uma postagem anterior uma esponja ecológica da Bombril.

Mas um dia estive pensando que por causa das propagandas ficamos presos a alguns produtos. Na vida urbana, me acostumei ao uso da esponja sintética - maioria de cores verde e amarela - com lado menor (mais abrasivo) e maior (menos abrasivo). 


Esponja multi uso, imagem do site Scotch-Brite.

Lembrei que quando ia na casa dos meus avós no interior (roça), eles cultivavam, colhiam e usavam bucha vegetal para lavar vasilhas. 

Então, comprei um pedaço dessa bucha vegetal e comecei a lavar vasilhas em casa. Após um certo número de dias - ai! desculpa! não consegui precisar os dias por causa do cansaço 😕 -, coloquei no microondas por 30 segundos para higienizar... e deu certo. Fiquei surpresa. Mas Dr Bactéria recomenda mais tempo, leia aqui

A bucha vegetal nova - planta originária do "Velho Mundo" - é dura,  mas deixando um pouco em água morna ela vai amolecendo. 

Para sujeiras que precisam de mais força, uso lã de aço inox - que não enferruja e dura muito tempo. Mas tem um site - POSITIV.A - que recomenda e vende uma bucha para limpeza pesada feito a partir de rede de pesca. Ainda não tive oportunidade de usar. 

Essa bucha arrumada eu comprei para tirar a foto,
porque eu uso aquela que compra em pedaço in natura. 

Composição do pano: 100% algodão. O algodão foi clareado quimicamente, 
mas não achei outra opção sustentável no mercado. 

Trocando o velho pelo novinho! 😂

Pano de algodão super imundo que joguei fora e troquei por um panosponja de celulose da 
marca SpontexÉ absorvente, mas não dobrável.

Outro hábito que tinha era comprar esses panos descartáveis, entre eles o famoso PERFEX, para uso na cozinha. Mas muitos desses "paninhos" contém poliésteres que aumentam a durabilidade do produto, mas demora muito para se decompor caso sejam descartados no ambiente. 


Pano Perfex. Imagem da Ypê.

Fui ao mercado e achei melhor comprar pano 100% algodão e virgem (nunca usado), porque cumpri a função de limpar e secar, é 100% algodão - melhor para o ambiente - e super barato. Uso até ficar encardido e jogo fora diminuindo o impacto ambiental das minhas ações. 
-----
23/12/2019
Mudei de ideia e atitude. Fervi o pano para desinfetar, mas não consegui clarear. 
Vai dar para usar mais um pouco na cozinha.



--------
Eu li... vi... escutei... muitos comentários sobre a COP 25 - 25ª Conferência do Clima das Nações Unidas (ONU) - que aconteceu na Espanha durante esse ano. 

Acho legal o empenho da Greta Thunberg em alertar a população mundial sobre os impactos ambientais. A iniciativa e protagonismo tão jovem é muito inspirador. Ela está de parabéns. 

Só achei que as queimadas que aconteceram na Amazônia ficaram taxadas como as vilãs da intensificação do efeito estufa no planeta Terra. Impacto ambiental se reduziu a problemas na Amazônia. Usaram isso para não discutir sobre uso abusivo de combustíveis fósseis e o aumento de gases poluentes liberados na atmosfera. 

É, o Jair Bolsonaro não é muito polido nas falas. Mas a popularidade da Greta e os governantes evitando relacionar combustíveis fósseis com poluição deve ter incomodado muito.

Depois que começaram os comentários de que o Leonardo DiCaprio é ambientalista, eu fico bisbilhotando ele na internet, mas a maioria das coisas é babado de celebridade - chatice, mas estou sabendo que o príncipe gatinho vai casar - e "não como substituir um produto por outro mais sustentável"...  ainda não aprendi nada com ele, mas eu o cito para romper a ideia que reciclagem é o trabalho árduo de catadores de papeis que o fazem por subsistência.  

Artesanato também é uma boa ideia para reutilizar um determinado material e/ou confeccionar algo mais personalizado.  

Reutilizando agendas e cadernos usados: retirei as páginas usadas e
usei fitas de cetim para fazer a capa - aprendi no Youtube. Mas os marcadores
foi ideia minha.


Em lojas especializadas para artesanato existem fibras recicladas 
para enchimento de Amigurumis (bonecos, bichos e plantas 
feitos de crochê com técnica japonesa) e enfeites de feltro.  
Finalizando a Mari - minha aluna com TA - em versão Amigurumi. 
Queria  dar um livro, mas quando vi o preço 😱, desisti e fui fazer 
um Amigurumi. 😂 Ela amou.
Reutilizo caixas pequenas usando papel de presente (parte externa)
e papel carmuça (parte interna). Dependendo da qualidade da caixa
(geralmente utilizo caixa de sapatos/tênis), dá para aplicar um verniz
incolor na parte externa - fica bonito e ajuda a conservar mais. As caixas de tênis
famosos costumam ser as melhores para reutilizar.
Aprendi um pouco de crochê na infância,
mas com falta de prática fui esquecendo.
Mas relembrei assistindo o canal
Two Bee. Recomendo! Coloquei retalhos, porque não
tinha fibra de enchimento na hora... tudo torto. 😂

Tchau,

Carla

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Como erradicar isso?

Somos intolerantes.
...
Tive a oportunidade de visitar uma pessoa que veio me falar de seu filho: jovem, bem sucedido, relaciona bem com os amigos, mas distante...
Ela me mostrou várias fotos em festas, com uma namorada e sem o uso de bebidas ... descartei o autismo...
Mas a namorada não saio da minha cabeça... de áreas distintas e namorando.... ela é de uma hierarquia abaixo... 🤔... Jargão Cristão... pronto! Descobri.
O jargão facilita relacionamento com moças evangélicas.
...
Essa história aconteceu em 2014, no Ceará, mais precisamente em Jericoacoara. O corpo de uma turista italiana foi achado em uma das trilhas da paradisíaca cidade com sinais visíveis de tortura e execução por estrangulamento. Não houve furto ou abuso sexual ou rastro de pegadas ou automóvel.
A principal suspeita era uma colega carioca que parece ter usado todas as drogas durante a estadia no paraíso.
Se ela estava tão doida acho que não daria conta de fazer um serviço tão "perfeito".
Na italiana foram encontrado vestígios de tudo que devia estar incomodando naquele lugar:
... quem fez isso sabia que iria provocar um grande repúdio. 
...
Lembrou um pouco a história da Eliza Samúdio.
...
Com a educação combatemos a intolerância e o machismo, mas e o tráfico?

sábado, 23 de novembro de 2019

Eu sou uma aberração

Olá,

Isso aconteceu faz algum tempo. Mas, como eu não sou das mais espertas, demorei a perceber.

Eu gosto muito de ler e fazer cursos e, trabalhando como professora, fui fazer um curso de Plantas Medicinas na UFLA - Universidade Federal de Lavras.

Eu teria de me afastar da função de professora e, para não prejudicar os colegas e alunos, levei - com antecedência - uma documentação oficial da universidade declarando os dias em que estaria ausente no trabalho.

A direção da escola não cedeu e passou o caso para outro órgão, que por sua vez, também não cedeu ao meu pedido. Como estava tudo pago e eu tinha muita vontade de fazer esse curso, me ausentei. 

Mas com a minha documentação, a direção conseguiu que outra pessoa me substituísse de forma que nem os alunos e a escola ficasse prejudicada... somente eu. 

Fiquei feliz com o curso, aprendi muita coisa na época, fiz amizades... foi bom, mas fiquei no prejuízo financeiro e com o nome na Corregedoria (órgão responsável por fiscalizar os funcionários públicos). 

Passou uns dois meses depois, um outro professor - estudante de graduação da UFMG - também precisou se ausentar por uns dias para uma viagem técnica do curso e conseguiu, facilmente, a liberação por parte da direção e sem a necessidade de uma documentação oficial.

Eu fiquei com aquilo na cabeça. Por que o tratamento havia sido tão diferente? 

E várias vezes, eu percebia que as pessoas me tratavam tão mal. Por que aquilo? 

Até hoje e EUREKA: Eu não tenho jargão cristão. Caramba!

A direção era evangélica e o rapaz também. E eu.... eu... eu.... de repente, me bateu um medo. 

cor escura na pele + fala pouco + .... = 😬😨👽👽👽😱😱😱

Aprendendo mais uma vez que eu é que tenho a obrigação de me adaptar ao outro. 

Tchau,

Carla

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Azul x Vermelho!

Olá,

Desde o impeachment da Dilma Rousseff eu percebo que aconteceu uma forte polarização: direita x esquerda, bons x maus, caneta azul x caneta vermelha (mas no ENEM é preta), etc

E um acaba não aceitando muito o outro. Eu já fui levada pela ignorância dos fatos várias vezes. 

Quando não temos uma visão muito ampla e aprofundada sobre um assunto, temos tendência a generalizar e a colocar a culpa em algo e/ou alguém. Mesmo sendo uma leitora voraz, eu admito que tenho essa falha. E cá entre nós, temos limite, né?!

Nós, brasileiros, trabalhamos tanto... ficamos tão cansados... não damos conta da nossa vida, casa, trabalho, férias... e, aos poucos, tudo vira uma bola de sorvete, ops, neve - é o calor minha gente 🌞🌞🌞🌞🌞!

Por causa do que aconteceu comigo no SISU-UFMG/2019 (fui indeferida pela Comissão de Heteroidentificação e considerada muito branca para a vaga destinadas a negros - pretos e pardos - e deficientes) e, também por influência do meu irmão - estudioso sobre liberalismo, nova ordem mundial, etc - acabo lendo um pouco sobre o assunto mais voltado para a direita. 

Mas veja só um trecho da entrevista sobre a Anita Leocadia Prestes, filha de Olga Benário e Luís Carlos Prestes,:

"O capitalismo leva ao individualismo, então, se não existe uma educação contra isso, que ensine que homens e mulheres devem ser solidários entre si, é meio difícil exigir das pessoas que tomem partido", afirma. Partido, no caso, era ser contra o capitalismo."

A entrevista é do site Uol: Comunismo, o inimigo inventado

Ainda não tive tempo de ler O capital, autoria de Karl Marx, para dar uma boa crítica, mas não acredito que o capitalismo distancie as pessoas... como também não acredito que o comunismo aproxime. 

Solidariedade e outras atitudes consideradas positivas pela sociedade crescem com uma boa educação e a divulgação desses atos. 

Estou lendo o livro "História da Educação" por Cynthia Greive Veiga e estou aprendendo tanta coisa. 

No livro traz um resumo sobre a história da educação em outros países e fiquei encantada com a educação pública na Alemanha, desde 1700 e abobrinhas falava na educação pública para a população alemã... fiquei maravilhada... até eu virar a página e ter mais um parágrafo assim "Quanto à educação para mulheres..." juro que quase chorei... de tristeza 😩😩😩!

Não vou me estender sobre isso, mas a direita culpa a esquerda e a esquerda culpa a direita. E fica esse debate o tempo todo. Afeta a política, economia, taxa de desemprego, etc. E essas lutas e discussões afetaram até o meu trabalho. Às vezes, fica aquela falácia que preciso me esconder em alguma sala vazia. 👂👂

É, estou de greve... de repente, meio ambiente de trabalho ficou nojento! 😖😵

Se você quiser ajudar o pobre: não vote em partidos de bandeira vermelha ou azul, vote em candidatos que apoiam a educação de qualidade para todos. 

Tchau,

Carla
--------------------------------------------------------

Quase esquecendo dos filmes. Não interessa a visão política, nenhuma mulher merece viver o que elas viveram! 

Olga



Milada


terça-feira, 5 de novembro de 2019

Parece que tem futuro!

Oi!

Estive pensando melhor sobre algumas coisas que me ocorreram.

Amanhã estarei paralisando como protesto por uma Educação Pública de Qualidade, por causa do corte de verbas e outras retaliações da prefeitura contra as escolas.

As terceirizações estão acontecendo de forma deficiente e prejudica muito o trabalho e o ambiente. 🤢🤮

Mas o governo Bolsonaro tem me surpreendido. Não sei se os funcionários públicos têm medo dele ou de seus ministros (Moro?), mas as coisas têm funcionado do jeito que a equipe deles tinha planejado. 

Desde a implantação de cotas - para universidade e concursos - no governo Lula, não havia comissão de heteroidentificação (racial) e nem perícia médica... mas no primeiro ano de Bolsonaro o negócio funcionou tão bem. Até eu fui indeferida ( e duas vezes)

Agora o Ministério Público está fiscalizando mais e expulsando os alunos que fraudaram o sistema de cotas. E querem inclusive uma legislação específica para incriminar quem usa de má fé as vagas de cotas. 

Isso foi uma observação! 

Tchau!